& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Zagueiro chuchu, Fagner e Love de repórteres e até provocação no CT

 
       
 

os principais nomes do elenco concedem entrevistas no CT após o tricampeonato paulista

 
  Por:

Voz da Fiel

22/04/2019 17:27:23  
       
 
 
 
       
   Zagueiro chuchu, Fagner e Love de repórteres e até provocação no CT   
  Foto: Marcelo Braga/Globo Esporte  
       
  Não poderia haver um clima melhor no CT Joaquim Grava um dia depois da conquista do tricampeonato paulista do Corinthians.

Animados, 13 jogadores do elenco deram entrevistas, revelaram um dos apelidos do grupo e, por duas vezes, trocaram de papel com os jornalistas.

Autor do gol da vitória por 2 a 1 contra o São Paulo, que definiu o título do Timão na tarde de domingo, o atacante Vagner Love foi o primeiro a fazer uma pergunta para Cássio.

Com dois títulos pelo Timão (Brasileirão de 2015 e Paulistão de 2019), o atacante perguntou ao goleiro como foi se tornar o maior ganhador de títulos da história do Corinthians.
 
      
 

 
  Logo depois, foi a vez de Fagner interromper uma entrevista para fazer pergunta a Love. O lateral quis saber qual foi emoção sentida por ele ao fazer gol do título aos 44 minutos do segundo tempo.

Love, aliás, foi a grande estrela do dia. Sem papas na língua, cobrou o jornalista André Rizek, do SporTV, ao vivo durante o "Seleção SporTV", por conta de uma crítica recebida ainda em 2015. Antes, durante o "Globo Esporte", Love já havia feito provocação aos torcedores rivais.

Love chamou ainda uma repórter de "mano" durante a sua longa entrevista. Mas se arrependeu.
 
 

 
  Foi também durante o "Globo Esporte", apresentado por Ivan Moré direto do CT, que o elenco revelou o apelido do zagueiro Manoel. Ou melhor, do "Chuchu". Segundo os jogadores, o apelido foi descoberto depois que um ex-colega de Manoel chamou o zagueiro assim publicamente.

Manoel mesmo explicou:

– Isso aí é uma brincadeira. No Cruzeiro todo mundo chamava todo mundo de "chuchu", e acabou que uma hora todo mundo passou a me chamar de "Chuchu". A brincadeira pegou – explicou.

Durante a sua entrevista, Cássio foi perguntado sobre a avaliação do técnico Fábio Carille, que disse o atual foi o título que o Corinthians menos mereceu no tricampeonato. O goleiro entendeu a análise do técnico, mas resumiu numa única frase aquilo que o corinthiano pensa nesta segunda.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Bruno Cassucci (Globo Esporte)