});
& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Voz do Passado: a origem das nossas cores

 
       
 

Veja porque o Corinthians tem as cores preto e branco e conheça a evolução do uniforme do Timão

 
  Por:

Voz da Fiel

30/03/2019 12:19:27  
       
 
 
 
       
   Voz do Passado: a origem das nossas cores   
  Foto: Voz da Fiel  
       
  Em uma conversa com amigos Corinthianos surgiu uma questão sobre a origem das cores do Timão e quais seriam as primeiras versões e evolução dos uniformes do clube.

Foi então que eu me fiz essa pergunta: “Por que o Corinthians tem as cores preto e branco?”. Nessa mesma conversa surgiu diversas versões, como uma onde o uniforme era branco e com a qualidade dos tecidos da época conforme eram lavados a camisa ficava com a cor bege.

Uma outra versão foi que na verdade o uniforme era bege e com a sujeira dos campos de terra, onde o futebol era praticado, ao usar água sanitária para lavar a roupa a cor bege se perdia no processo e a camisa fica com a cor branca.
 
      
  Voz do Passado: a origem das nossas cores  
  Para respondermos a esta pergunta nós temos que ir até a fundação do clube, em 1910: às 20h30 do dia 1º de setembro, à luz de um lampião, na esquina das ruas José Paulino e Cônego Martins, no bairro do Bom Retiro, um grupo de operários formado por Anselmo Corrêa, Antônio Pereira, Carlos Silva, Joaquim Ambrósio e Raphael Perrone fundaram o Sport Club Corinthians Paulista.

Com mais oito rapazes, foi formada a reunião dos primeiros integrantes e sócio-fundadores do Corinthians, que teve seu nome inspirado na equipe inglesa Corinthian Football Club, que fazia excursão pelo Brasil.

O presidente escolhido por eles foi o alfaiate Miguel Battaglia, que, já no primeiro momento, afirmou:

“O Corinthians vai ser o time do povo e o povo é quem vai fazer o time”
 
 
 
 
  Um terreno alugado na Rua José Paulino foi aplainado, virou campo e foi lá que, já no dia 14 de setembro, o primeiro treino foi realizado diante de uma plateia entusiasmada, que garantiu:

“Este veio para ficar!”

Oficialmente, a primeira camisa do Corinthians tinha a cor bege, em homenagem ao time inglês Corinthian. A camisa de 1910 tinha detalhes em preto nas mangas, barra e gola. Os calções eram brancos e feitos com sacos de farinha. E após algumas lavagens, percebeu-se que o tecido bege perdia parte da cor, então se optou por adotar definitivamente o branco na camisa.

Porém, para o jornalista e pesquisador da história do clube, Celso Unzelte, seria muito improvável que o time, na época pobre e humilde, tivesse recursos financeiros para comprar uniformes que não fossem brancos – caríssimos naquele período.
 
  Voz do Passado: a origem das nossas cores  
  Mesmo vamos então adotar a informação oficial do clube que o primeiro uniforme do time era igual ao do Corinthians inglês – camisa bege e calção preto, mas com as dificuldades financeiras, o alto custo do tecido preto no Brasil fez com que o primeiro time tivesse de usar calções brancos. O curioso é que o time inglês tinha na verdade calções azuis bem escuros. Esse primeiro uniforme não trazia distintivo.

Segundo Celso Unzelte, no início, eram feitos com tecido reaproveitado de sacos de farinha. Além disso, na fotografia mais antiga do time, do Campeonato Paulista de 1913, os jogadores vestiam camisas e calções brancos.

E aqui vai a primeira divergência, existem duas teorias sobre a adoção das cores oficias:

1ª Teoría:
As tradicionais cores do Timão – preto e branco – só foram adotadas oficialmente 3 anos depois de sua fundação, como mostra a fotografia mais antiga do time, do Campeonato Paulista de 1913, com os jogadores vestindo camisas e calções brancos.

2ª Teoría:
A partir de 1920 o Corinthians passou a jogar com camisa branca e calção preto, quando a diretoria conseguiu dinheiro para comprá-los. Desde então, tornaram-se o uniforme oficial.
 
 
 
 
  Mas como chegou o uniforme preto ? Ele faz parte da questão: Por que o Corinthians tem as cores preto e branco ?

A ideia de usar o uniforme 2 na cor preta surge pela primeira vez em 1940, quando era todo preto com uma faixa branca no peito com o nome Corinthians, esse uniforme era especialmente usado em clássicos contra São Paulo e Santos.

No dia 22 de dezembro de 1946, pela primeira vez o atletlas do clube entraram em campo com camisas numeradas. Isso aconteceu no amistoso contra o River Plate de Di Stéfano, no Estádio do Pacaembu. O atacante Baltazar foi o primeiro atleta a vestir a camisa 10 corinthiana. Servílio ficou com a 9, enquanto Cláudio usou a 7. A partir do Campeonato Paulista de 1948, a Federação Paulista de Futebol obrigou todos os clubes participantes a usar números nas costas dos uniformes. ** É verdade que Timão não teve cores tão extravagantes ou diferentes em seus uniformes, mas a tradição da terceira camisa, como muitos pensam, não é recente.

Em 1949, o clube usou uma camisa grená em um amistoso contra a Portuguesa de Desportos, como uma forma de prestar homenagem ao elenco do Torino (Itália), que foi vitimado em um acidente de avião contra a Basílica de Superga, em Turim. Vinte anos depois, a equipe teve de atuar Teve que vestir uma camisa improvisada, listrada de amarelo e preto, com gola vermelha e sem numeração, para poder enfrentar o Universitário, em Lima, já que o clube peruano também se vestia de branco.

Antes, em 1965, o Timão vestiria a camisa azul da antiga CBD para representar a Seleção Brasileira em um amistoso contra o Arsenal (Inglaterra), em Londres.
 
  Voz do Passado: a origem das nossas cores  
  A partir de 1995, o clube passou a investir em modelos alternativos como uniforme número três. Naquele ano, o estilista francês Ted Lapidus desenvolveu um uniforme para jogos internacionais: uma camisa era preta com muitos detalhes em branco. Quatro anos mais tarde, outro terceiro uniforme, agora na cor preta com detalhes em cinza e amarelo.

Foi utilizado somente na derrota para o Independiente (Argentina), no Pacaembu, pela Copa Mercosul. No ano seguinte, o Corinthians jogou e venceu o Mundial de Clubes da FIFA com uma camisa diferente, que tinha laterais em preto. Apesar do sucesso no campo, acabou aposentada logo após o torneio.

Enfim, o Corinthians é o time alvinegro que amamos e que nos anos de 2000 e 2012 pintou o mundo com essas cores, mas isso já outra história que iremos escrever um matéria em breve!