& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Vital joga apenas três minutos em um mês e some no Corinthians

 
       
 

o meia Mateus Vital sumiu na reta final do Campeonato Paulista

 
  Por:

Voz da Fiel

26/03/2019 09:23:14  
       
 
 
 
       
   Vital joga apenas três minutos em um mês e some no Corinthians   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Titular em alguns jogos na temporada, incluindo uma boa atuação na vitória por 1 a 0 sobre o Palmeiras, no Allianz, na quinta rodada do torneio, ele atuou apenas três minutos nos últimos 30 dias e, aparentemente, ficou para trás na briga por um espaço dentro da equipe do Corinthians no mata-mata.

Desde que foi titular na partida contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, quando o Timão usou uma equipe alternativa, Vital foi acionado por Carille em apenas duas oportunidades. Uma já nos acréscimos contra o Racing-ARG, em Avellaneda, justamente para bater um dos pênaltis na disputa que assegurou ao clube uma vaga na segunda fase da Copa Sul-Americana.

A outra foi no empate sem gols com o Santos, na Arena. Substituto do argentino Mauro Boselli, ele entrou aos 43 minutos do segundo tempo e mal tocou na bola, ficando apenas no banco de reservas nos quatro jogos que ocorreram desde então (Ceará, Oeste, Ituano e Ferroviária).
 
      
 

 
  De acordo com o técnico Fábio Carille, Vital disputa espaço com os outros meias do elenco pois “não entra na área”. Clayson é visto como alternativa única de velocidade para a equipe, por isso vem sendo titular. A vaga do meia pelo lado fica, atualmente, com Pedrinho.

Peça importante na caminhada da equipe no ano passado, Vital ganhou espaço justamente quando a competição chegou ao mata-mata. Titular no jogo de volta das quartas de final, contra o Bragantino, não saiu mais do time e teve momentos marcantes na já histórica conquista.

Vital bateu um dos pênaltis na disputa contra o São Paulo, na semifinal, e foi o autor da jogada do gol de Rodriguinho na segunda perna da final, no Allianz Parque. Na ocasião, driblou dois adversários, invadiu a área e proveu a assistência para o camisa 26, que contou com um desvio de Victor Luís para anotar o solidário gol do 1 a 0.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva)