Aqui é o lugar onde a Fíel Torcída é ouvída de verdade

       
 

Timão aceita valor pedido e Sevilha não aceita forma de pagamento

 
       
  Segundo Samir Carvalho (UOL),

o Corinthians aceita pagar R$ 34 milhões e quer parcelar pagamentos em quatro anos, mas Sevilla só aceita dois anos

 
  Por:

Voz da Fiel

25/01/2019 16:11:05  
       
 
 
 
       
     
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Corinthians e Sevilla, da Espanha, já chegaram a um consenso em relação ao valor da transferência do lateral-esquerdo Guilherme Arana para o time de Parque São Jorge. Segundo apurou o UOL Esporte, o clube paulista aceitou pagar 8 milhões de euros (R$ 34,3 milhões) por 90% dos direitos econômicos do jogador.

No entanto, o negócio travou por conta da forma de pagamento. O Corinthians pretende comprar Arana parcelando o valor em quatro anos e sem entrada em 2019. A ideia do clube paulista é pagar a primeira parcela somente na próxima temporada.

O Sevilla não aceitou a forma de pagamento. O clube espanhol quer receber os R$ 34 milhões da seguinte forma: entrada imediata e parcelamento de dois anos. O Corinthians precisará aceitar o formato de venda do Sevilla para repatriar o jogador.

O time de Parque São Jorge não pode demorar em finalizar a negociação, pois encara concorrência de clubes europeus interessados em Guilherme Arana.

Vale lembrar que Arana foi comprado pelo clube espanhol pelo valor de 10 milhões de euros (R$ 38,8 milhões na cotação do começo de dezembro de 2017). O Corinthians ficou com 50% do valor.
 
      
 
 
 
  Inicialmente, o Sevilla cobrava inicialmente 8,5 milhões de euros (R$ 36,5) enquanto o Corinthians havia oferecido 6 milhões de euros (cerca de R$ 25,7 mi na cotação atual). Mas os corinthianos subiram a oferta, enquanto os espanhóis também reduziram a pedida inicial.

A inclusão do atacante Gustavo Mantuan chegou a ser cogitada pelo Sevilla no negócio, mas rapidamente rejeitada pelo Alvinegro pois o meia recém-promovido ao sub-20 é considerado muito promissor.

Em 2018, por exemplo, o irmão do volante Mantuan que já atua no profissional do Corinthians e foi emprestado a Ponte Preta, fez uma grande temporada no sub-17, com direito a gol do meio-campo e de bicicleta.

Corinthians crê em revenda de Arana, que prioriza o clube

O negócio com o Sevilla é tratado no clube como investimento, não gasto. Há a expectativa de que o lateral pudesse se valorizar no Brasil para então ser novamente vendido no futuro, assim compensando o valor possivelmente desembolsado agora.

Internamente, os dirigentes do Corinthians lembram que, antes da venda ao Sevilla, a Roma, da Itália, também ofereceu "milhões" para contratar Arana. Além disso, os corinthianos apostam que o lateral seja um "sério candidato" a disputar a próxima Copa do Mundo, no Qatar, em 2022, pois o técnico Tite conhece bastante o jogador.

Arana está interessado em retornar ao Corinthians e, inclusive, trata o ex-clube como única opção no caso de retorno ao futebol brasileiro. O jogador se sagrou campeão paulista e brasileiro em 2017 como titular, com direito a gol em clássico na campanha do heptacampeonato (relembre abaixo) - dois anos antes, ele já havia sido reserva da equipe que levantou o troféu do Campeonato Brasileiro.