& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Romero comemora do camarote e perde chance de ser Tri no Corinthians

 
       
 

com a renovação emperrada o jogador não está mais sendo utilizado pelo Timão

 
  Por:

Voz da Fiel

22/04/2019 08:23:07  
       
 
 
 
       
   Romero comemora do camarote e perde chance de ser Tri no Corinthians   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Ángel Romero marcou o gol da vitória do Corinthians na finalíssima do Campeonato Paulista de 2017 e converteu pênalti na decisão do ano passado, quando o Timão levou o Bi em pleno Allianz Parque, em cima do arquirrival Palmeiras.

Mas o imbróglio que se transformou a negociação sobre a renovação de contrato do atacante paraguaio não permitiu que o camisa 11 participasse da campanha do Tri, confirmado nesse domingo, em cima do São Paulo.

Fora da lista de inscritos por determinação da direção do clube, Romero foi à Arena como torcedor, ocupou um dos camarotes centrais do estádio e fez sua festa de maneira mais isolada, diferente de quando ocupava um espaço no campo e costumava correr para os braços de torcedores com a bandeira de seu país natal nas costas.
 
      
 

 
  A última partida de Romero pelo Corinthians foi na derrota por 1 a 0 para o Grêmio, no Sul, em dezembro de 2018, no encerramento do Campeonato Brasileiro. A derradeira atuação marcou seu 222º jogo com a camisa do Timão: são 107 vitórias, 58 empates e 57 derrotas. Foram 38 gols marcados.

Além do Bi-Paulista, Romero também esteve no grupo campeão do Brasileirão de 2017 e ainda é dele a artilharia da casa corinthiana, com 27 gols, dois a mais que Jadson, que permanece no elenco.
 
 

 
  Em julho vence o atual contrato entre Romero e Corinthians. A tendência é que o jogador de 26 anos siga sua carreira em outra equipe. Após o vencimento do vínculo, o jogador será liberado, mas o Corinthians ainda terá uma pendência a resolver. Afinal, o clube recebeu Romero em 2014 e até agora não desembolsou nada. À época, o Timão se comprometeu a ressarcir o empresário Beto Rappa, caso o jogador não fosse vendido.

Beto Rappa pagou 3 milhões de dólares (R$ 6,7 milhões, na ocasião) para tirar Romero do Cerro Porteño-PAR. Com o valor corrigido, como prevê o contrato, o Corinthians deve pouco mais de R$ 11 milhões ao empresário.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tiago Salazar (Gazeta Esportiva)