& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Romário diz que no Brasil só faltou vestir a camisa do Coringão

 
       
 

ao responder a pergunta feita pelo apresentador o ex-jogador diz que faltou jogar no Timão

 
  Por:

Voz da Fiel

24/03/2019 09:53:31  
       
 
 
 
       
   Romário diz que no Brasil só faltou vestir a camisa do Coringão   
  Foto: Éder Reis/FoxSports  
       
  Romário foi o entrevistado do Aqui com Benja! deste sábado (23 de março), às 23h (com reprise domingo, 24, às 10h30). Após a gravação do programa, Benjamin Back perguntou ao Baixinho sobre qual time faltou ele atuar em sua carreira e a resposta foi rápida e curta.

"Coringão", disse Romário fazendo alusão ao apelido dado ao Corinthians. No Brasil, o ex-atacante atuou no Vasco, clube que o revelou, no Flamengo, no Fluminense e chegou a atuar em uma partida pelo América do Rio de Janeiro. Ele também marcou época no período em que passou pelo Barcelona.

Em vídeo gravado ao FOXSports.com.br, o Baixinho também falou sobre a possibilidade de ter atuado pelo Palmeiras no Mundial de 99. Perguntado se ele poderia mudar o resultado da partida contra o United, ele disse que é impossível cravar que o resultado dentro de campo teria sido outro caso estivesse atuando pelo clube paulista.
 
      
 

 
  “É muito difícil de falar. Primeiro, teria sido uma honra, um prazer, vestir a camisa do Palmeiras. Mas dizer que o resultado seria diferente, já não posso te afirmar isso. O que eu posso te afirmar é que eu poderia ter ajudado o Palmeiras, com certeza”, afirmou.

Ele ainda revelou quais times do Brasil ele mais stá gostando de assistir nesse início de ano. O primeiro lembrado por Romário foi o Flamengo. Ele ainda elogiou o trabalho de Renato Gaúcho no Grêmio e lembrou do Atlético-MG.

"Principalmente se tratando aqui de Rio de Janeiro, eu vou falar que o Flamengo é um time que eu tenho apreciado bastante. Eu gosto de ver o Grêmio jogar. E o Atlético Mineiro, eu também gosto de ver", finalizou.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Benjamin Back (FoxSports)