& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Repórter da rádio Jovem Pan desrespeita Carille na coletiva, técnico reage

 
       
 

o técnico Fábio Carille discute com repórter e coletiva pós-classificação do Corinthians tem clima quente

 
  Por:

Voz da Fiel

09/04/2019 07:09:45  
       
 
 
 
       
   Repórter da rádio Jovem Pan desrespeita Carille na coletiva, técnico reage   
  Foto: ESPN  
       
  Após a classificação nos pênaltis do Corinthians sobre o Santos, a coletiva do técnico Fábio Carille foi realizada em clima tenso no Pacaembu.

Inicialmente, o treinador respondeu normalmente às perguntas sobre a partida, mas as coisas pegaram fogo depois que o repórter André Ranieri (Jovem Pan) passou a questioná-lo insistentemente sobre tema que deixou o comandante desconfortável.

O jornalista voltou ao assunto da coletiva de Carille na última sexta-feira, quando o técnico disse que iria fechar os treinos do Timão porque setoristas do clube estariam passando informações sobre suas jogadas ensaiadas para adversários.
 
      
 

 
  O repórter, então, alegou que vinha sendo ofendido e ameaçado nas redes sociais por torcedores corinthianos, que o acusavam de ser o "delator" em questão.

Carille inicialmente começou a responder de maneira calma, mas a situação fugiu de controle depois que ele questionou se o jornalista era o culpado e se a "carapuça havia servido".

Teve início, então, um forte bate-boca, com ambos se interrompendo e inclusive com o comandante alvinegro apontando o dedo em riste em direção ao profissional de imprensa.
 
 

 
  Em certo momento, o assunto chegou até mesmo a Didier Drogba, com Carille reclamando de notícias que circularam à época dizendo que ele havia vetado a contratação do marfinense.

O técnico também disparou contra as informações divulgadas de que ele teria acertado com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, e que levaria o meia Rodriguinho junto no "pacote", antes dele de fato acertar com outro clube árabe: o Al-Wehda.

Ao mesmo tempo, os assessores do Corinthians tentavam tirar o microfone da mão do repórter, que continuou fazendo perguntas e dizendo a Carille que ele "teria que provar" suas acusações, até que o microfone foi retirado.
 
 

 
  Ao lado da cena, o presidente do Timão, Andrés Sanchez, acompanhava toda a cena bastante irritado. Falando em tom exaltado com interlocutores ao seu lado, reclamou diversas vezes da estação de rádio para a qual o repórter trabalha.

No fim das contas, o jornalista acabou se retirando da coletiva, e Carille foi para o outro lado após encerrar suas últimas respostas, sem falar com o repórter para tentar aparar as arestas.

Andrés, por sua vez, fez um rápido pronunciamento para fechar a tensa coletiva corinthiana, e também deixou o Pacaembu com cara de poucos amigos.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Rafael Valente (ESPN)