Aqui é o lugar onde a Fíel Torcída é ouvída de verdade

       
 

Ramiro no Corinthians não tem como trazer prejuízo ao clube

 
       
  Segundo Tiago Salazar (Gazeta Esportiva),

Ramiro tem treinado à parte no Corinthians porque ainda estava sem seguro

 
  Por:

Voz da Fiel

10/01/2019 08:15:03  
       
 
 
 
       
     
  Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press  
       
  A diretoria do Corinthians recebeu elogios de todas as partes pelo acerto com Mauro Boselli em uma negociação que não envolveu qualquer pagamento ao León, apesar da rescisão contratual do centroavante argentino com o clube mexicano em meio ao período firmado em contrato.

Mas, a contratação de Ramiro talvez tenha sido a grande jogada de mestre do Corinthians nessa janela de transferências. Futuramente, o clube paulista pode ter lucro com o meio-campista ou, no mínimo, a operação ficar em custo zero. Não há chance do Timão sair no prejuízo.

O acordo entre Corinthians e Giuliano Bertolucci, empresário do atleta, é o seguinte:

Se chegar qualquer proposta por Ramiro durante a temporada 2019, o alvinegro não é obrigado a liberá-lo, independente dos valores oferecidos. Seria uma decisão unilateral do clube.

A partir de janeiro de 2020, caso alguma instituição tope pagar 3 milhões de euros (R$ 12.7 milhões na cotação atual), o Corinthians terá duas opções: ou iguala a quantia, adquire de vez os 70% dos direitos econômicos e fica com o jogador ou libera Ramiro, não leva nada, mas também se exime de qualquer pagamento.
 
      
 
 
 
  A segunda opção caracterizaria o custo zero, já que nesse cenário Ramiro teria defendido o Corinthians sem o clube nunca ter pago nada por sua contratação e nem ter recebido nada por sua liberação.

Para tornar o acordo ainda mais favorável aos corintianos, foi decidido que o lucro de uma negociação acima dos 3 milhões de euros ficará 100% nos cofres do Corinthians. Ou seja, se alguém pagar mais do que 3 milhões de euros por Ramiro a partir de 2020, a equipe do Parque São Jorge repassará exatamente 3 milhões de euros ao empresário e embolsará o restante.

As informações foram confirmadas pelo presidente corintiano, Andrés Sanchez.

O vínculo de Ramiro com o Corinthians vai até dezembro de 2022. Sua saída do Grêmio foi facilitada porque os gaúchos teriam de pagar cerca de R$ 30 milhões a Giuliano Bertolucci se quisessem ficar com jogador. Isso porque há alguns anos o empresário garantiu tanto a permanência de Ramiro como do zagueiro Bressan no tricolor, em parceria com a diretoria do Grêmio, diante da compra de 50% de cada um da dupla.

Ramiro se apresentou ao Corinthians normalmente no último dia 3, mas ainda não participou de nenhum coletivo. Suas atividades foram feitas à parte do grupo. O motivo foi a demora dos gremistas em enviar toda a documentação.

Os e-mails chegaram ao Corinthians no fim da tarde de terça-feira e agora sim os paulistas estão tranquilos para assinar o contrato com Ramiro e firmar o seguro do jogador. Como até então o meio-campista estava sem esse seguro, havia a precaução de tirá-lo das atividades de contato mais forte nos treinamentos.

Com a situação resolvida, nessa quinta Ramiro deve ser testado no jogo-treino com o Nacional, a partir das 10h, no CT Joaquim Grava. No dia seguinte, o clube apresentará o reforço de forma oficial, em entrevista coletiva no mesmo local.