});
& vbCrLf
       
 

Quem leva vantagem no confronto de hoje, veja os números do clássico alvinegro

 
       
 

Clássico Alvinegro, no futebol paulista, é o jogo entre as equipes do: Sport Club Corinthians Paulista e Santos Futebol Clube

 
  Por:

Voz da Fiel

31/03/2019 09:07:57  
       
 
 
 
       
     
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Esse apelido está relacionado com as cores das equipes, já que ambas vestem preto e branco, sendo conhecidos como: o Alvinegro do Parque São Jorge (Corinthians) e o Alvinegro da Vila Belmiro ou Alvinegro Praiano (Santos). Pode ser considerado como o maior clássico em todo futebol mundial entre equipes alvinegras, pois é o único que envolve dois clubes alvinegros que já foram campeões nacionais, continentais e intercontinentais ou mundiais.

O fato mais marcante da história desta rivalidade são os "grandes tabus", longos períodos em que um clube ficou sem vencer o outro, e também as grandes goleadas que um infligiu ao outro durante a história deste confronto.

O Clássico Alvinegro é o mais antigo entre os que envolvem os quatro grandes clubes do futebol paulista, com a primeira partida sendo disputada no dia 6 de março de 1913, no campo do Parque Antarctica, ocasião em que o Santos bateu o rival por 6 a 3, pelo Campeonato Paulista. Já a maior goleada da história do clássico aconteceu em 1920, quando o Corinthians venceu o Santos por 11 a 0 em plena Vila Belmiro.Com a equipe santista abandonando a partida ainda no intervalo de jogo.
 
      
 
 
 
  ESTATÍSTICAS:

• Número de jogos: 332
• Vitórias do Corinthians: 130
• Vítórias do Santos: 106
• Empates: 96
• Número de gols: 1.089
• Gols marcados pelo Corinthians: 583
• Gols marcados pelo Santos: 506

FINAIS:

Só se considera final o jogo em que ambas as equipes disputam o título, se sagrando uma delas campeã com o resultado final da partida.

Taça São Paulo - torneio amistoso (1962)
16 de junho de 1962 Corinthians 3x1 Santos - Primeiro jogo da final
21 de junho de 1962 Corinthians 3x3 Santos - Corinthians Campeão

Copa Bandeirantes - torneio amistoso (1994)
9 de agosto de 1994 Corinthians 6x3 Santos - Primeiro jogo da final
11 de agosto de 1994 Santos 1x1 Corinthians - Corinthians campeão

Taça das Taças - torneio amistoso (1948)
12 de maio de 1948 Corinthians 1x2 Santos - Santos campeão

Torneio de Verão - torneio amistoso
19 de janeiro de 1986 Santos 0x2 Corinthians - Corinthians campeão
24 de janeiro de 1996 Santos 3x1 Corinthians - Santos campeão

Copa São Paulo de Futebol Júnior
22 de janeiro de 1984 Santos 2x1 Corinthians - Santos campeão
25 de janeiro de 2014 Santos 2x1 Corinthians - Santos campeão

Campeonato Paulista
4 de janeiro de 1931 Corinthians 5x2 Santos - Corinthians campeão de 1930
17 de Novembro de 1935 Corinthians 0x2 Santos - Santos campeão de 1935
2 de dezembro de 1984 Corinthians 0x1 Santos - Santos campeão de 1984
26 de abril de 2009 Santos 1x3 Corinthians - Primeiro jogo da final do 2009
3 de maio de 2009 Corinthians 1x1 Santos - Corinthians campeão de 2009
8 de maio de 2011 Corinthians 0x0 Santos - Primeiro jogo da final do 2011
15 de maio de 2011 Santos 2x1 Corinthians - Santos campeão de 2011
12 de maio de 2013 Corinthians 2x1 Santos - Primeiro jogo da final do 2013
19 de maio de 2013 Santos 1x1 Corinthians - Corinthians campeão do 2013

Campeonato Brasileiro
8 de dezembro de 2002 Santos 2x0 Corinthians
15 de dezembro de 2002 Corinthians 2x3 Santos - Santos campeão de 2002
 
 
 
 
  DECISÕES DE TÍTULOS:

Em decisões diretas por mata-mata o Corinthians venceu cinco (1962-1986-1994-2009-2013) o Santos venceu quatro (1948-1996-2002 e 2011).

Em decisões relacionadas a jogos decisivos em campeonatos por pontos corridos o Corinthians venceu uma (1930) e o Santos venceu duas (1935 e 1984).

Vale ressaltar ainda as duas Copa São Paulo de Futebol Júnior decididas entre as duas equipes o Santos venceu as duas finais disputadas (1984-2014).

MAIORES GOLEADAS:

Corinthians 11-0 em 1920: 11 de julho, na Vila Belmiro pelo Campeonato Paulista
Corinthians 7–0 em 1941: 01 de Junho, no Parque São Jorge pelo Campeonato Paulista
Santos 7–1 em 1932: 08 de maio, na Vila Belmiro pelo Campeonato Paulista
Corinthians 7–1 em 2005: 06 de novembro, no Estádio do Pacaembu pelo Campeonato Brasileiro
Santos 6–0 em 1933: 24 de setembro, na Vila Belmiro pelo Campeonato Paulista e Torneio Rio-São Paulo
Santos 8–3 em 1927: 04 de setembro, no Estádio Parque Antártica pelo Campeonato Paulista
Corinthians 6–1 em 1921: 05 de junho, no Estádio Ponte Grande pelo Campeonato Paulista
Corinthians 6–1 em 1924: 08 de junho, no Estádio Ponte Grande pelo Campeonato Paulista
Santos 6–1 em 1958: 07 de dezembro, na Vila Belmiro pelo Campeonato Paulista
Santos 6–1 em 1960: 30 de novembro, no Estádio do Pacaembu pelo Campeonato Paulista
Corinthians 5–0 em 1919: 21 de setembro, no Estádio Ponte Grande pelo Campeonato Paulista
Corinthians 5–0 em 2001: 18 de março, no Estádio do Pacaembu pelo Campeonato Paulista

Nas doze maiores goleadas citadas acima, o Corinthians tem 7 placares a seu favor, tendo sido o time que marcou o maior número de gols em um clássico aqui no Brasil

 
   
  MAIORES PÚBLICOS:

1. Corinthians 1 a 1 Santos, 120.782, 20 de março de 1977 (116.881 pagantes)
2. Corinthians 4 a 0 Santos, 119.965, 29 de maio de 1977 (117.676 pagantes)
3. Corinthians 1 a 1 Santos, 117.628, 20 de agosto de 1978 (111.103 pagantes)
4. Corinthians 0 a 1 Santos, 111.345, 2 de dezembro de 1984 (101.587 pagantes)
5. Corinthians 2 a 1 Santos, 108.991, 11 de fevereiro de 1979 (103.494 pagantes)
6. Corinthians 1 a 0 Santos, 106.767, 10 de junho de 1979 (100.569 pagantes)
7. Corinthians 1 a 1 Santos, 90.214, 29 de janeiro de 1978 (85.372 pagantes)
8. Corinthians 0 a 0 Santos, 86.300, 31 de julho de 1983 (80.731 pagantes)
9. Corinthians 2 a 2 Santos, 84.009, 27 de setembro de 1981 (83.774 pagantes)

TABUS:

No confronto entre Corinthians e Santos um fato marcante foi o períodos de "tabus", variação de tempo em que um time ficou sem ganhar do outro.

O tabu de invencibilidade do Santos em relação ao Corinthians em campeonatos paulistas, que durou 22 jogos, começou no dia 29 de dezembro de 1956, pelo Campeonato Paulista, com o placar Corinthians 1 a 2 Santos no Pacaembu, quando o Peixe ainda não tinha Pelé no elenco.

O primeiro jogo de Pelé contra o Timão foi no ano seguinte, no dia 11 de abril de 1957 (Corinthians 3 a 5 Santos). O Tabu durou 11 anos e caiu em 6 de março de 1968, Corinthians 2 a 0 Santos, no Pacaembu. O clássico se destacava antes mesmo do inicia com a escolha de um arbitro argentino, Roberto Goycochea, para apitar a partida. Se destacavam Rivelino pelo Timão e Pelé pelo Peixe. Após o apito final, a Fiel gritava "Com Pelé, com Edu, nós quebramos o tabu!" (Pelé e Edu eram os ídolos do Santos na época). Ao fim do clássico Corinthians 2 a 0 no Pacaembu, que deu fim ao tabu, Paulo Borges foi alçado a ídolo alvinegro, sendo lembrado até hoje só por esse gol. Porém, nesse meio tempo o Corinthians conquistou 4 vitórias sobre o Santos, inclusive o título do Taça Estado de São Paulo de 1962, com uma vitória e um empate.

O Timão deu o troco na década seguinte, ficando 7 anos e 8 meses sem perder para o Santos (de 08 de Fevereiro de 1976 até 23 de Outubro de 1983), aí já contabilizando todos os torneios, não apenas campeonatos paulistas.

O último grande tabu do confronto foi favorável ao Santos (de 30 de Janeiro de 2002 até 13 de Outubro de 2005). Foram 11 partidas, com 9 vitórias santistas e 2 empates, por quase 4 anos.