});
& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

No Corinthians, Gil atuou pela última vez em derrota nos Estados Unidos

 
       
  Segundo Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva),

o defensor se despediu da equipe em uma partida pela Copa Flórida

 
  Por:

Voz da Fiel

10/07/2019 07:52:46  
       
 
 
 
       
   No Corinthians, Gil atuou pela última vez em derrota nos Estados Unidos   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
 

O zagueiro Gil já chegou ao Corinthians para iniciar a sua segunda passagem pelo clube do Parque São Jorge, três anos e meio depois de defender a equipe pela última vez. Então campeão brasileiro, o defensor se despediu da equipe em uma partida pela Copa Flórida, já em 2016, no reencontro com o Atlético-MG.

Cercado de expectativa por reunir o primeiro e o segundo colocado do Nacional de 2015, o encontro foi vencido por 1 a 0 pelo Galo, gol marcado pelo atacante Hyuri. Gil, titular da equipe no primeiro tempo, foi substituído no intervalo no seu último ato pelo clube.

 
      
 
 
 
 

Ele recebeu a proposta do Shandong Luneng no dia seguinte e já rumou para a China a sequência, deixando os companheiros nos Estados Unidos e voltando rapidamente ao Brasil para acertar algumas questões pessoais.

A debandada para a China foi apenas uma em meio à limpa realizada no elenco alvinegro, sem condição de competir com o dinheiro do país asiático depois de passar 2015 quase inteiro com problemas para quitar os direitos de imagem dos jogadores. Além de Gil, deixaram a equipe para lá o volantes Ralf e os meias Jadson e Renato Augusto, Curiosamente, apenas Renato Augusto segue lá.

 
 
 
 
 

Depois de cumprimentar os seus companheiros na última terça-feira e fazer alguns exames, o jogador deve complementar a avaliação nesta quarta. A expectativa é que, pela boa condição física que sempre demonstrou, o atleta seja ao menos relacionado para encarar o CSA, no domingo, na Arena Corinthians.

Além dele, o técnico Fábio Carille tem à disposição Henrique e Manoel, dupla eleita como titular desde o começo da temporada, o uruguaio Bruno Méndez e o jovem João Victor, que não estreou oficialmente no ano. Pedro Henrique, cedido ao Athletico, e Marllon, emprestado ao Bahia, foram liberados para não ficarem sem oportunidades de atuar.