& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Negociação não evolui, mas Corinthians segue na luta por Arana

 
       
 

Guilherme Arana já deixou claro ao Sevilla que gostaria de voltar ao Corinthians

 
  Por:

Voz da Fiel

09/03/2019 07:56:38  
       
 
 
 
       
   Negociação não evolui, mas Corinthians segue na luta por Arana   
  Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press  
       
  A esperança entre corinthianos pela aquisição de Guilherme Arana se renovou com a ida do diretor de futebol do clube, Duílio Monteiro Alves, à Sevilla. Na prática, porém, a viagem não mudou o cenário das negociações.

O clube espanhol não deu qualquer sinalização oficial ao Corinthians nessa sexta-feira e desanimou aqueles que participam das tratativas. Apesar disso, o clube brasileiro segue com esperança em conseguir convencer os espanhóis. Não houve desistência.

É provável que Duílio regresse ao Brasil nesse fim de semana, mas nem mesmo o fim da excursão do cartola deve colocar um ponto final na novela que se transformou a busca pelo lateral esquerdo.

A volta do presidente Andrés Sanchez às atividades, algo que pode acontecer na semana que vem, tem relação direta com a esperança alvinegra nos bastidores.
 
      
 

 
  No encontro de quarta-feira, o Corinthians tomou ciência de que precisará apresentar melhorias em sua proposta, se quiser de fato tirar Guilherme Arana da Europa. Junto ao intermediário, que também é representante da empresa que gerencia a carreira do jogador de 21 anos, o Timão tenta encontrar uma solução.

Por enquanto, tudo que foi apresentado ou sondado pelo Corinthians teve uma resposta negativa. A forma de pagamento continua sendo o principal entrave. O Sevilla faz questão de uma entrada à vista para liberar o atleta.

Os únicos pontos de consenso até aqui são: Arana quer voltar, o valor total da operação seria de 8,5 milhões de euros (cerca de R$ 34 milhões) e o eventual novo vínculo teria validade de cinco anos.

Sem o otimismo de outrora, o Corinthians não joga a toalha e ainda sonha com Guilherme Arana. A situação, no entanto, não é nada fácil e não seria uma surpresa uma nova frustração acontecer, depois do insucesso em janeiro.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tiago Salazar (Gazeta Esportiva)