& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Matheus Jesus faz exames no Corinthians e cita comparação a Paulinho

 
       
 

o volante evita cravar acerto com o Timão, mas já projeta disputa por vaga no meio de campo

 
  Por:

Voz da Fiel

11/04/2019 06:56:31  
       
 
 
 
       
   Matheus Jesus faz exames no Corinthians e cita comparação a Paulinho   
  Foto: Bruno Cassucci/Globo Esporte  
       
  O volante Matheus Jesus, de 22 anos, realizou exames médicos na tarde desta quarta-feira para assinar contrato com o Corinthians.

Após se destacar pelo Oeste no Campeonato Paulista, tendo feito seis gols, Matheus Jesus será comprado pelo Corinthians. Ele pertence ao Estoril, de Portugal, e ainda discute o tempo de contrato com o Timão, que pode ser de três ou quatro temporadas.

Após passar por avaliação ortopédica, o jogador comentou o fato de ter sido comparado pelo técnico Fábio Carille com Paulinho, ex-Corinthians e atualmente no Guangzhou Evergrande, da China, por também ser um volante artilheiro.

– Parecido não, mas pelo campeonato que fiz, ter feito muitos gols, acho que lembra um pouco. É uma característica excelente a dele de chegar na área, eu procurei evoluir um pouco a minha – declarou.
 
      
 

 
  No Timão, Matheus Jesus terá forte concorrência. No setor em que ele joga, a equipe conta com Júnior Urso, Ramiro, Thiaguinho e Renê Júnior (que se recupera de cirurgia).

– Se tudo der certo, vou chegar lá para ajudar o grupo, o Corinthians. Se der certo, vou ser mais um para ajudar a equipe – afirmou.

Como ainda aguarda o desfecho da negociação e a assinatura de contrato, Matheus Jesus adotou tom cauteloso e evitou mandar um recado para a Fiel Torcida "para não criar expectativas", segundo ele.

Ontem pela manhã, o presidente Andrés Sanchez, tratou a contratação como "questão de tempo".

Com passagens por Ponte Preta, Santos e Gamba Osaka, do Japão, Matheus Jesus será o 13º reforço do Timão para esta temporada. O valor que o clube desembolsará para comprá-lo é mantido em sigilo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Bruno Cassucci (Globo Esporte)