& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Manoel fará exames nesta terça-feira para assinar com Corinthians

 
       
 

o zagueiro Manoel, de 28 anos, defenderá o Corinthians por empréstimo até o fim da temporada

 
  Por:

Voz da Fiel

14/01/2019 14:45:42  
       
 
 
 
       
   Manoel fará exames nesta terça-feira para assinar com Corinthians   
  Foto: Divulgação/UOL  
       
  O zagueiro Manoel irá realizar exames médicos em São Paulo nesta terça-feira (15) para em seguida assinar contrato de empréstimo de uma temporada com o Corinthians. O atleta de 28 anos, que defendeu o Cruzeiro nos últimos anos, será o oitavo reforço alvinegro para 2019.

A possibilidade de transferência do defensor ao Corinthians veio à tona na última quinta-feira. Na ocasião, a diretoria alvinegra buscava acertar o melhor modelo de negócio. O Cruzeiro aceitou emprestar Manoel, mas salários viraram entrave para que a contratação se consolidasse.

No sábado, entretanto, os clubes se acertaram. Os vencimentos do zagueiro, conforme o acordo, serão divididos entre Corinthians e Cruzeiro.

O Corinthians de Fábio Carille buscava a contratação de um zagueiro desde o começo de dezembro. A zaga é vista pela comissão técnica como uma posição que necessitava de reforço. O clube tentou a contratação de Leandro Castán, mas o Vasco dificultou a saída do jogador.
 
      
 

 
  Hoje, o Corinthians conta com quatro atletas para a posição: Henrique, Léo Santos, Pedro Henrique e Marllon - o grupo atual não traz Vilson, que encerrou a carreira e se tornou gerente de futebol do clube.

Ainda há a chance de o jovem zagueiro Caetano, do time sub-20, ser aproveitado na equipe profissional. No amistoso contra o Santos, no último domingo, Henrique e Pedro Henrique formaram a zaga titular. Léo Santos e Marllon entraram na etapa final.

Além de Manoel, o Corinthians também contratou o lateral direito Michel Macedo, os volantes Richard e Ramiro, o meia Sornoza, os atacantes Gustavo Mosquito e André Luis, além do centroavante Boselli.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Arthur Sandes (UOL)