& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Jogo aéreo é meta de trabalho na semana do clássico com o Santos

 
       
 

no último jogo pelo Paulistão o Corinthians voltou a sofrer com a bola aéra

 
  Por:

Voz da Fiel

05/03/2019 08:29:17  
       
 
 
 
       
   Jogo aéreo é meta de trabalho na semana do clássico com o Santos   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O Corinthians tem uma meta de trabalho na primeira semana cheia para treinos em mais um de um mês. O técnico Fábio Carille pretende corrigir as falhas em jogadas aéreas que tem complicado a defesa alvinegra em 2019.

Dos 15 gols sofridos nesta temporada, 11 foram em jogadas desse tipo. A última vez ocorreu no último sábado e resultou no tento de empate do São Bento, o lanterna do Campeonato Paulista, em Sorocaba. O jogo terminou 1 a 1.

Após a partida, Carille foi questionado duas vezes sobre essa deficiência corintiana. Não contou o diagnostico que tem.
 
      
 

 
  "Trabalho, são mudanças, pouco treinamento. Falam dos zagueiros na bola aérea, e os gols não estão saindo em cima deles. Daqui a pouco começam a pegar no pé de algum jogador. Foi assim com o Avelar, ainda bem que parou. Eles acreditam no trabalho, e eu acredito nos jogadores", disse o treinador.

"A questão da bola aérea é trabalho.A gente fez um jogo importante contra o Racing que a gente sabia dessa bola e se comportou muito bem. A gente fez um jogo contra o Botafogo-SP e sabia dessa bola. Novamente se comportou bem. Hoje acabou acontecendo um erro. Mas com trabalho a gente melhora", disse depois.

O próximo adversário do Corinthians será o Santos e o rival marcou nada menos do que 25 gols na atual temporada. O forte do time não é um único estilo, mas a variedade. O time já fez quatro tentos de cabeça em 2019. Na vitória do último sábado (3 a 2 sobre o Oeste), ainda teve um tento a seu favor de cabeça, mas o finalizador foi Betinho, contra.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Rafael Valente (ESPN)