& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Há um ano, Corinthians superava Palmeiras e conquistava 29º Paulista

 
       
 

o Timão venceu o arquirrival nos pênaltis e faturou bicampeonato estadual

 
  Por:

Voz da Fiel

08/04/2019 10:56:13  
       
 
 
 
       
   Há um ano, Corinthians superava Palmeiras e conquistava 29º Paulista   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  No dia 08 de abril de 2018, o Corinthians impôs ao seu rival a maior derrota em um derby no século XXI. Em jogo válido pela final do Campeonato Paulista, no Allianz Parque, o Timão superou o Palmeiras por 1 a 0 e, nos pênaltis, garantiu o 29º Paulista da história do clube.

O primeiro jogo da final aconteceu na Arena Corinthians, no dia 31 de março. Mesmo com o apoio da Fiel, o Alvinegro sofreu um revés para o Palmeiras, por 1 a 0. Para garantir o título, o Timão precisava vencer por mais de um gol de diferença ou por um gol, levando a disputa para os pênaltis.

No jogo de volta, Fábio Carille escalou o Timão: Cássio, Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf, Maycon, Jadson, Rodriguinho, Mateus Vital e Romero. Durante o jogo, Émerson Sheik, Lucca e Danilo reforçaram o Alvinegro.
 
      
 

 
  Precisando de um gol, o Timão começou pressionando os donos da casa. Logo no primeiro minuto, Mateus Vital fez bela jogada pela esquerda, foi à linha de fundo e cruzou para o meio, Rodriguinho finalizou, a bola desviou no zagueiro e entrou. Era o gol que o Corinthians precisava para anular a vantagem do adversário.

Aos cinco minutos, o adversário chegou ao empate, mas o assistente anulou o gol devido ao impedimento. O primeiro tempo continuou equilibrado. Ambas equipes criaram bastante chances de ataque mas não conseguiram concluir com precisão, levando pouco trabalho para os goleiros.

No segundo tempo, jogando defensivamente o Alvinegro não sofreu perigo. Em desarme de Ralf em Dudu dentro da área, o árbitro anotou erroneamente o pênalti mas foi corrigido pelo quarto árbitro. Em bela oportunidade do Coringão já nos minutos finais, Sidcley arrancou pela lateral esquerda, invadiu a área e bateu cruzado, mas para fora. A vitória, por 1 a 0, levou o jogo para as penalidades.
 
 

 
  Na disputa de pênaltis, o paredão alvinegro voltou a brilhar. Cássio defendeu a primeira cobrança de Dudu, capitão palmeirense. Danilo abriu para o Timão e marcou, 1 a 0. Na sequência, Victor Luis e Romero marcaram. Na terceira cobrança dos donos da casa, Cássio mais uma vez se agigantou. Defendeu a cobrança de Lucas Lima e deixou o Corinthians mais próximo do título. Lucca bateu na sequência e colocou o 3 a 1 no placar. Marcos Rocha, na quarta batida do palmeiras, diminuiu. Fagner ainda desperdiçou a quarta cobrança do Timão, mas Maycon não titubeou e fechou o placar.

Com o resultado, o Timão garantiu o 29º Paulista de sua história. E depois de 35 anos, o Corinthians conquistaria o bicampeonato paulista novamente. A última vez em que o Timão venceu o torneio estadual por dois anos consecutivos havia sido com a histórica equipe da Democracia Corinthiana. Em 1982 e 1983, o Alvinegro derrotou o São Paulo nas duas finais estaduais para gravar na história aquela equipe liderada por Sócrates, Wladimir e Casagrande.

Maior campeão estadual, o Corinthians aumentou ainda mais sua hegemonia no estado de São Paulo. São 29 taças para a equipe do Parque São Jorge, contra 22 de Palmeiras e Santos; e 21 do São Paulo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Corinthians