& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Há 10 anos, Timão conquistava Paulistão pela 26ª vez

 
       
 

com Ronaldo em campo, Alvinegro foi campeão estadual invicto em 2009

 
  Por:

Voz da Fiel

03/05/2019 10:10:30  
       
 
 
 
       
   Há 10 anos, Timão conquistava Paulistão pela 26ª vez   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Há exatamente 10 anos, o Corinthians conquistava o Campeonato Paulista pela 26ª vez. No dia 03 de maio de 2009, no estádio do Pacaembu, o Timão enfrentou o Santos pela segunda – e decisiva – partida da final. Como havia vencido o primeiro jogo por 3 a 1, na Vila Belmiro, o empate em 1 a 1 bastou para o Alvinegro faturar o título.

Timão escalado

Comandado pelo técnico Mano Menezes, o Corinthians foi à campo com Felipe, Alessandro, William, Diego Sacoman e André Santos; Cristian, Elias, Douglas e Jorge Henrique; Dentinho e Ronaldo Fenômeno. Fabinho, Morais e Wellington Saci entraram durante o jogo.
 
      
 

Há 10 anos, Timão conquistava Paulistão pela 26ª vez

 
  O jogo

Precisando reverter a derrota na primeira partida, o Santos começou a partida de forma mais agressiva. Aos 29 minutos, com Kléber Pereira, de pênalti, os santistas abriram o marcador. O Corinthians não sentiu o golpe e, aos 33, Dentinho deu belo passe para André Santos. O lateral esquerdo chutou forte e empatou para o Timão.

Após o gol, o time comandado por Mano Menezes equilibrou as ações da partida. No segundo tempo, o Corinthians criou as melhores chances, mas esbarrou na ótima atuação do goleiro Fabio Costa e não conseguiu vencer a partida. O empate, no entanto, foi suficiente para a conquista do título.
 
 

 
  Invicto

O Corinthians foi campeão paulista em 2009 de forma invicta. Durante a competição, o Timão disputou 23 partidas, venceu 13, empatou 10, marcou 41 gols e sofreu apenas 18.

Ao não perder nenhum jogo, o Alvinegro igualou os feitos de 1914, 1916, 1929 e 1938, quando também faturou o Paulistão sem ser batido.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Corinthians