& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Gustagol deixa campo mancando e será reavaliado pelo médicos

 
       
 

Jorge Kalil, diretor adjunto de futebol, reclamou muito do lance com o zagueiro Luizão, do São Bento

 
  Por:

Voz da Fiel

03/03/2019 09:09:06  
       
 
 
 
       
   Gustagol deixa campo mancando e será reavaliado pelo médicos   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Um lance envolvendo o centroavante Gustagol deixou a diretoria do Corinthians irritada com a arbitragem de Luiz Flávio de Oliveira no empate por 1 a 1 contra o São Bento, neste sábado, em Sorocaba, pelo Campeonato Paulista.

Ao puxar um contra-ataque, o jogador do Timão levou um carrinho forte do zagueiro Luizão e ficou caído no gramado sentindo fortes dores na perna esquerda. Em seguida, já após o apito final, ele deixou o campo mancando.

– Vamos protestar contra a entrada do atleta do São Bento. Na minha avaliação, supostamente foi uma entrada desleal. Gustavo está lá com muita dor e talvez, na interpretação de muita gente, seria uma jogada para cartão vermelho. Então vou discutir, é um protesto, é só isso – afirmou Jorge Kalil, diretor adjunto de futebol do Corinthians.
 
      
 

 
  Na entrevista coletiva, o técnico Fábio Carille disse que Gustagol estava sentindo menos dores, mas que ainda assim será reavaliado pelo departamento médico.

– É muito cedo para falar, ele vai ser avaliado, mas está tranquilo, entrou aqui (no vestiário) com astral melhor e menos dor. É claro que tem que passar por uma bateria de exames para saber o que é. É um jogador que tem sido decisivo, que tem nos surpreendido positivamente. Eu e grande parte de pessoas do clube e da torcida não esperávamos esse rendimento dele. Está sendo muito importante – afirmou Carille.

Com o empate contra o São Bento, o Corinthians subiu aos 14 pontos e segue líder do Grupo C. O próximo compromisso do time é contra o Santos, no domingo que vem, na Arena, às 16h.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Guilherme Giavoni (Globo Esporte)