& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Ex-cartola diz que Ronaldo simulou lesão para não atrapalhar o Flamengo

 
       
 

a partida foi válida pelo Brasileirão de 2009 e o Corinthians foi derrotado por 2 a 0

 
  Por:

Voz da Fiel

05/04/2019 17:24:45  
       
 
 
 
       
   Ex-cartola diz que Ronaldo simulou lesão para não atrapalhar o Flamengo   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Ex-presidente do Flamengo, Márcio Braga acusou Ronaldo de dar migué quando enfrentou o time rubro-negro em 2009, ano no qual defendia a camisa do Corinthians. Em entrevista à FlaTV, o antigo mandatário do clube mais popular do país contou o suposto causo ocorrido na vitória flamenguista por 2 a 0, em Campinas, pelo Campeonato Brasileiro daquele ano.

Segundo o antigo cartola, Ronaldo pediu para sair ainda no primeiro tempo por "ser Flamengo". Márcio Braga relatou que ouviu a história do goleiro Bruno, campeão brasileiro com a camisa rubro-negra justamente em 2009.

"O Ronaldo estava jogando de centroavante pelo Corinthians e lá no 31º min do primeiro tempo cai atrás do gol do Flamengo, lesionado - ou simulando uma lesão. O Bruno, não veio médico, não atendeu, médico não parou o jogo, e o Bruno foi ajuda-lo. Ele [Ronaldo] virou e falou: fica tranquilo, eu quero sair, eu sou Flamengo", disse Márcio Braga.
 
      
 

 
  "Ele simulou uma lesão para sair de campo como lesionado, porque ele também queria que o Flamengo fosse campeão", acrescentou o ex-presidente flamenguista.

A reportagem do procurou a assessoria do ex-camisa 9 para responder ao questionamento promovido por Márcio Braga, mas não obteve retorno no contato.

O médico Joaquim Grava, que trabalhava no dia a dia do Corinthians à época, diz não se lembrar desta partida específica, mas duvida que um jogador do tamanho do Ronaldo tivesse tal atitude.

"Olha, eu tenho 41 anos de futebol e digo com certeza: ninguém faz isso. Deixar o jogo porque não quer enfrentar o time tal? Não, não, é bobagem. É o tipo de história que vira lenda no futebol", comentou, em contato com a reportagem.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Arthur Sandes (UOL)