& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Estado do gramado da Arena gera tensão antes de decisões do Timão

 
       
 

Corinthians adota tom cauteloso e prefere não detalhar problemas e procedimentos para melhorar condições da grama, alvo de críticas de presidente e goleiro na atual temporada

 
  Por:

Voz da Fiel

29/03/2019 08:17:09  
       
 
 
 
       
   Estado do gramado da Arena gera tensão antes de decisões do Timão   
  Foto: Ana Canhedo/Globo Esporte  
       
  O gramado da Arena é motivo de uma pequena tensão no Corinthians. O clube preferiu não dar explicações sobre o problema que tem prejudicado a qualidade da grama em Itaquera, mesmo depois das declarações do presidente Andrés Sanchez. É possível saber apenas que trata-se de um fungo e que as atenções estão voltadas para as duas áreas dos goleiros.

Logo após a partida contra a Ferroviária, equipamentos foram usados para preservar as duas áreas e uma luz foi colocada em cima da grama naquela região (foto acima). A atenção especial é uma tentativa de melhorar a aparência da grama antes da sequência decisiva, com mata-mata de Campeonato Paulista e Copa do Brasil.
 
      
 

 
  A empresa que gerencia o gramado é a Worldsports e seus representantes só falam com a autorização do Corinthians. Aval este que não foi dado após procura da reportagem. Portanto, não é possível cravar qual o prazo necessário para uma eventual reformar ou substituição do gramado.

Protagonista de um pênalti perdido no mata-mata, o volante Tony escorregou ao bater na bola e mandou para fora. Depois do jogo, reclamou do excesso de areia e buracos do gramado. O goleiro Cássio, um dos líderes do atual elenco do Corinthians, já havia criticado as condições do campo.
 
 

 
  O problema no gramado começou após a realização do evento Monster Jam, no fim de 2018. Em 2017, houve o mesmo evento na Arena, mas o gramado foi retirado e replantado. Dessa vez, foi apenas uma reforma. Os fungos geraram um problema maior do que o esperado.

- O gramado está ruim pelo que sempre foi. Fizemos o evento do caminhão (Monster Jam, no fim de 2018), atrasou um pouco, tivemos um pouco de fungo. Vamos ver se arruma antes da Copa América. Se não, vai ter que parar de jogar lá para arrumar o gramado. A verdade é essa - disse Andrés.
 
 

 
  Está prevista uma reunião entre Corinthians e Worldsports na próxima semana para definir qual será o procedimento de recuperação. Andrés não descartou a possibilidade de fechar a Arena por um tempo e jogar em outros estádios para resolver o problema.  
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Ana Canhedo (Lance)