& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Dívidas do Corinthians com empresários aumentaram em 2018

 
       
 

velho parceiro, Carlos Leite tem 5,8 milhões a receber do Timão

 
  Por:

Voz da Fiel

09/05/2019 07:39:51  
       
 
 
 
       
   Dívidas do Corinthians com empresários aumentaram em 2018   
  Foto: Reprodução/Internet/Yahoo Esportes  
       
  O Corinthians terminou 2018 com uma dívida maior com empresários na comparação com o ano anterior. É que as pendências com Giuliano Bertolucci e Carlos Leite cresceram em R$ 3,1 milhões durante 12 meses, e hoje são de R$ 12,4 milhões, contra R$ 9,3 milhões em dezembro de 2017.

Além da dívida com a dupla, o Corinthians ainda tem R$ 300 mil a pagar para Denis Maldelbaum. Esse débito não existia no balanço financeiro referente a 2017.
 
      
 

Dívidas do Corinthians com empresários aumentaram em 2018

 
  A maior pendência é com Bertolucci, empresário brasileiro mais influente do mundo. A dívida é de R$ 6,6 milhões - era de R$ 5,2 milhões um ano antes. É possível afirmar que Bertolucci emprestou mais dinheiro ao Corinthians ao longo de 2018, já que esse crescimento é superior aos R$ 932 mil referentes aos juros, de 1,5% ao mês.

Já a dívida com Carlos Leite, velho parceiro alvinegro, é de R$ 5,8 milhões, contra R$ 4,1 milhões do fim de 2017. Vale ressaltar que os juros em cima do empréstimo de Carlos Leite são mais caros na comparação com Bertolucci: 1,94% ao mês.
 
 

 
  O goleiro Cássio, o lateral-direito Fagner e o meia Mateus Vital são alguns dos clientes de Carlos Leite que jogam no Corinthians. Por sua vez, Bertolucci ajudou em diversos negócios, como a chegada de Jô ao Parque São Jorge, no fim de 2016.

A título de comparação, alguns dos empréstimos tomados pelo Corinthians com bancos tiveram taxas melhores do que as acertadas com Bertolucci e Carlos Leite. Até 2017, a dívida com o BicBanco contava com juros de 1,45% ao mês, mesma taxa do acordo com o Banco Bradesco.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Jorge Nicola (Yahoo Esportes)