& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Diretor do Timão vai para cima de Paulo Guedes

 
       
 

o diretor do Corinthians, André Luiz de Oliveira, respondeu ao Ministro Paulo Guedes

 
  Por:

Voz da Fiel

20/03/2019 09:06:29  
       
 
 
 
       
   Diretor do Timão vai para cima de Paulo Guedes   
  Foto: Reprodução/Internet/Yahoo Esportes  
       
  O diretor do Corinthians André Luiz de Oliveira respondeu à fala do ministro da Economia, Paulo Guedes, de que a Arena Corinthians teria sido um presente do ex-presidente Lula.

Em vídeo (confira no fim deste post) que circula pelas mídias sociais, o cartola, vestido com a camisa do clube, em um tom descontraído, mas firme, pede ao ministro para que “respeite o Corinthians”, pare de “conversa fiada”, se preocupe com as questões de governo, como a tragédia ambiental causada pela Vale em Brumadinho, e que se for o caso que ele vá conferir na Caixa Econômica se o clube do Parque São Jorge não está pagando o estádio.

Durante seminário organizado pela Fundação Getúlio Vargas, no Rio, o ministro insinuou que o Corinthians “ganhou” sua arena do ex-presidente Lula ao afirmar que “no Brasil os recursos estão no topo. Então, se o presidente é Corinthians, surge o estádio do Corinthians. Ninguém consegue pagar aquilo lá”. Com risadas da parte da plateia, Guedes continuou, “e o Corinthians começa a ganhar Campeonato Brasileiro, porque todo jogo tem um pênalti roubado lá a favor deles”. o clube respondeu por meijo de uma nota oficial.
 
      
 

 
  “Nós corinthianos não estamos entre os maiores devedores nem da Previdência, nem da Receita Federal, e nem do BNDES, se o senhor for procurar entre as milhões de empresas que estão devendo, o Corinthians não deve nada”, respondeu Oliveira, que assim como Guedes atua na política, pois ocupa do cargo de vice-presidente do diretório municipal do PDT. “O senhor deveria estar vendo isso que a Vale fez, isso sim, é uma vergonha.”

“Se o senhor está dizendo que ganhamos o nosso estádio… Vai lá na Caixa Econômica e vê se não estamos pagando, então não vem com conversa fiada. De conversa fiada o Brasil está cheio, vocês foram eleitos para melhorar as coisas no Brasil. E vamos melhorar. E deixa que o futebol nós que somos dirigentes de futebol fazemos. Muito obrigado, tamo juuunto…”

Se há atrito entre governo e Corinthians, o mesmo não acontece com o principal rival do time do Parque São Jorge, o Palmeiras. O presidente Jair Bolsonaro, já eleito, participou no gramado da festa de entrega da taça de campeão brasileiro do Palmeiras, no ano passado.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Eduardo Ohata (Yahoo Esportes)