Aqui é o lugar onde a Fíel Torcída é ouvída de verdade

       
 

Corinthians se protege e garante Ramiro por pelo menos um ano

 
       
  Segundo Marcio Porto (Lance),

em acordo com empresário do jogador, clube não é obrigado a vendê-lo em 2019 mesmo em caso de oferta alta. A partir do ano que vem, precisará cobrir se quiser ficar com ele

 
  Por:

Voz da Fiel

11/01/2019 08:41:03  
       
 
 
 
       
     
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O Corinthians aposta muito na contratação do meio-campista Ramiro, que veio do Grêmio, e tem garantias de que só fica sem ele em 2019 se quiser. Mesmo que o jogador se destaque e atraia o interesse de clubes de fora na janela de transferência do meio de ano, o Timão não é obrigado a vendê-lo, como foi colocado em contrato no momento de sua aquisição junto ao seu empresário.

Uma cláusula do contrato de Ramiro, que assinou por quatro anos, é de que o clube não é obrigado a aceitar nenhuma proposta no primeiro ano de vínculo. A partir de 2020, a situação passa a ser diferente. Caso chegue uma proposta por 3 milhões de dólares, ou o Corinthians libera ou paga o mesmo valor ao empresário do atleta para permanecer com ele.

Em caso de uma oferta maior, o Corinthians fica com o lucro. Por exemplo, se um clube oferecer 5 milhões de dólares por Ramiro, 3 milhões ficam com o empresário e 2 milhões vão para o clube. Será assim até 2022, quando vence o contrato do meio-campista.
 
      
 
 
 
  Isso acontece porque o Corinthians não desembolsou nada para adquirir 70% dos direitos econômicos de Ramiro. O acordo, celebrado pela diretoria, foi possível graças à boa relação com Giuliano Bertolucci, empresário do jogador que era credor do Grêmio e foi essencial para a transferência. Bertolucci tem ótimo trânsito entre a diretoria corintiana.

Outro fator festejado pela diretoria é que se Ramiro não receber proposta durante sua passagem pelo Corinthians, o clube não terá de arcar com nada para ressarcir o empresário.

Ramiro está em pré-temporada com o grupo do Corinthians desde o dia 3 de janeiro. Ele ainda está em estágio inferior aos demais companheiros e vem fortalecendo a parte física. Não participou, por exemplo, do jogo-treino contra o Nacional nesta quinta-feira. Também não é certo que atue no amistoso do próximo domingo contra o Santos na Arena. O jogador será apresentado nesta sexta-feira.