& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Corinthians negocia patrocínio e pode chegar a 50 milhões no uniforme

 
       
 

o Timão negocia as mangas e pode ter R$ 50 milhões em patrocínio no seu uniforma

 
  Por:

Voz da Fiel

17/03/2019 14:09:39  
       
 
 
 
       
   Corinthians negocia patrocínio e pode chegar a 50 milhões no uniforme   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O Corinthians já abriu negociações e confia em um final positivo para o acerto de um patrocinador que ocupe a manga do uniforme, último grande espaço disponível na camisa alvinegra. A informação foi dita pelo diretor financeiro do clube, Matias Romano Ávila, e, caso se confirme, pode fazer com que o clube do Parque São Jorge atinja o patamar de R$ 50 milhões ganhos com a camisa em 2019.

“Já estamos negociando um espaço na manga, como tinha no ano passado, um outro patrocinador”, disse o dirigente. Ele já havia alertado que o clube alcançou a meta de R$ 42 milhões com a exposição de marcas neste ano, deixando claro a importância disso para as finanças.

“Nossa sorte é que o patrocínio master chegou no começo do ano, diferentemente do ano passado, quando não tivemos. Isso ajuda no caixa e no ano contábil. Está tudo tranquilo, salários em dia. Não queremos adiantar dinheiro e ter problema lá na frente”, avisou Matias.
 
      
 

 
  O espaço citado por Matias foi ocupado pelo Agibank durante metade do ano passado e, normalmente, é orçado em cerca de R$ 10 milhões por temporada. Como já estamos em março, é plausível que o valor fique em torno dos R$ 8 milhões, completando o valor cheio de R$ 50 mi com o uniforme. O valor não leva em conta o acordo de fornecimento de uniforme com a Nike.

O caixa reforçado pelos patrocínios já foi de bom tom para o Alvinegro neste começo de ano. Conforme publicado anteriormente, o Alvinegro já fez uso dos R$ 30 milhões adiantados pelo BMG no momento da assinatura do contrato pelo espaço master da camisa, resolvendo pendências financeiras envolvendo direitos econômicos, comissões e outras transações do futebol.

Além do BMG, o Timão expõe a Joli (barra traseira), Konami (barra frontal), Positivo (costas), Universidade Brasil (ombros) e Guaraná Poty (calção). Foxlux e Estrella Galícia são marcas com acordos de exposição fora do uniforme de jogo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva)