& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Com radar ligado no mercado, Timão estuda empréstimo de jogadores

 
       
 

Matheus Jesus, volante do Oeste, está sendo monitorado pelo Corinthians, que também se interessa por Everaldo, do Flu; atletas pouco usados podem ser negociados

 
  Por:

Voz da Fiel

06/04/2019 13:10:31  
       
 
 
 
       
   Com radar ligado no mercado, Timão estuda empréstimo de jogadores   
  Foto: Ana Canhedo/Globo Esporte  
       
  O Corinthians pode sofrer modificações em seu elenco após o término do Campeonato Paulista. Há a possibilidade de jogadores pouco aproveitados pelo técnico Fábio Carille serem negociados com outros times. Enquanto isso, a diretoria monitora nomes para reforçar o plantel visando o segundo semestre. Matheus Jesus, volante do Oeste, é um deles.

Tudo, entretanto, só será conversado após o estadual. Nesta segunda-feira, dia 8, o Timão entra em campo para defender a vantagem obtida no jogo de ida da semifinal e assegurar a classificação diante do Santos, no Pacaembu. O contrato de Matheus com o Oeste vai até o fim do ano.

– Matheus Jesus é um jogador que está no nosso radar desde a Ponte, Santos, Estoril... Chama a atenção não só nossa, mas do Grêmio e de outras equipes, me lembra um pouquinho o que aconteceu com o Paulinho em 2010. Ele fez seis ou sete gols no Bragantino. Agora o Matheus tem seis ou sete pelo Oeste - disse Carille, e seguiu:
 
      
 

 
  - Um volante fazer tantos gols é para chamar atenção de várias equipes. É monitorado pela gente há muito tempo, mas aqui não falamos de chegadas e saídas. Vamos esperar terminar nossa participação no Paulista para depois sentar e esboçar alguma coisa.

Na contramão de Matheus Jesus, alguns jogadores podem sair. Os casos mais possíveis são de Gustavo Silva, o Mosquito, André Luiz, Thiaguinho, Araos e Marquinhos. Até mesmo Richard pode entrar na lista, mesmo tendo sido usado por Carille em alguns jogos. O técnico, porém, preferiu não citar nomes.

- Temos de esperar. Em todos os anos surgiram propostas depois do Paulista. Em 2017 o Roberto (de Andrade, ex-presidente) conseguiu segurar atletas. Chegou proposta para Jô, Jadson, Rodriguinho e conseguimos. Vai ter que esperar. É difícil falar. Hoje, se não sair ninguém, a ideia é emprestar alguns jogadores. Mas temos de estar atentos para não ficarmos descobertos - finalizou, citando eventuais saídas dos principais jogadores.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Ana Canhedo (Lance)