& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Clayson pede repetição de fórmula que funcionou em 2017

 
       
 

Clayson esteve no elenco campeão Brasileiro no ano retrasado

 
  Por:

Voz da Fiel

23/02/2019 07:58:06  
       
 
 
 
       
   Clayson pede repetição de fórmula que funcionou em 2017   
  Foto: Gazeta Esportiva  
       
  Para Clayson, a fórmula precisa ser repetida nesta temporada para que o Timão se saia, novamente, vencedor. O atleta concedeu entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Joaquim Grava.

“Temos um elenco qualificado, onde estamos trabalhando para entrosar todo mundo. A equipe conseguiu criar uma forma de jogar e está adaptada a isso. Vamos comendo pela beirada, fazendo o nosso quieto, tendo a certeza que vamos brigar por coisas grandes, como em 2017, que ninguém dava nada pela gente. Vamos trabalhando quietinho”, afirmou o jogador.

Recebendo cada vez mais chances com Fábio Carille, Clayson reconheceu que, na temporada passada, não teve um bom desempenho em geral. No entanto, o atacante destacou saber do próprio potencial e demonstrou confiança para o restante do ano.

“Sempre cheguei trabalhando muito forte, sei do meu potencial e do que posso render. Tive um 2017 bom, em 2018 pude participar bem do Campeonato Paulista, mas depois tive alguns problemas. Coisas boas e novas podem acontecer e tenho certeza que posso fazer uma boa temporada”, finalizou.
 
      
 

 
  Confira outros trechos da entrevista coletiva de Clayson:

Importância de receber chances na temporada


“A gente está ali muitas vezes do lado de fora e quer estar dentro, esperando a oportunidade. É importante o Carille dar chance para todos, e cabe a nós corresponder dentro de campo. Com certeza todo jogo que entramos é o jogo da vida, temos que mostrar para a comissão que temos condição de estar jogando e estar no grupo também.”

Dificuldades no começo do ano

“Alguns jogadores ainda estão entendendo a forma que a comissão trabalha, demora para pegar entrosamento. (Reforços) são jogadores de qualidade e logo vão estar correspondendo à altura.”

O elenco de 2019 é o mais forte desde a chegada ao Corinthians?

“É difícil falar, mas com certeza esse ano temos um grupo qualificado, onde temos dois ou três jogadores de qualidade brigando em cada posição. Isso é bom para o Corinthians, a briga diária, porque quem está jogando sabe que não pode dar brecha. Quem tem a ganhar com isso é o Corinthians e esperamos que seja assim até o final do ano.”

Quase ida ao Atlético Mineiro

“Foi meu empresário que tratou mais disso, estava treinando porque queria voltar forte em 2019 e fazer uma boa temporada. Fiquei sabendo mais pela internet. Quando voltei, bati um papo com o Carille, e ele disse que pediu para travar as conversas. Que bom que eu fiquei. Estou motivado e feliz para fazer uma boa temporada, com títulos e ajudando o Corinthians.”

Posicionamento dentro de campo

“Posicionamento é a mesma coisa que eu fiz quando cheguei, na minha primeira passagem. Ele disse que já conheço a forma de jogo, pela beirada, dando desafogo e chegada. Temos que ajudar os laterais também, faz parte da tática, faço a mesma coisa dos outros anos.”

Mudanças propostas no calendário brasileiro

“Eu acho que tudo que tiver para melhorar, acho legal. Penso que é uma forma de dar uma confiança em termos de trabalho para o técnico. Acho válido.”

Romero

“Na verdade, esse é um papo que a gente não costuma ter. Romero está feliz, é um cara feliz no vestiário, chega todo dia alegre para trabalhar. A conversa dele é com a diretoria. Esperamos que fique, é um cara que ajudou batente e tem história no clube. Ele é um cara que está sempre disposto a trabalhar.”
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Felipe Leite (Gazeta Esportiva)