& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Chapecoense tem interesse em contratar o atacante André Luis

 
       
 

o clube verde e branco faz contato com o Timão, mas conversas estão em fase inicial

 
  Por:

Voz da Fiel

01/03/2019 18:04:57  
       
 
 
 
       
   Chapecoense tem interesse em contratar o atacante André Luis   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  O nome da vez é André Luis, do Corinthians. As conversas com o clube paulista ainda estão em fase inicial, mas a Chapecoense demonstra animação com um possível acerto com o atleta. Recentemente, o Verdão perdeu Julio César, que atua na mesma posição de André Luis, e se transferiu para a Ponte Preta, por empréstimo.

O atacante de 21 anos chegou ao Corinthians após uma boa Série B pela Ponte Preta, onde marcou 11 gols. André Luis iniciou esta temporada como titular no amistoso contra o Santos, quando deu assistência para o gol de Gustagol, e nos jogos diante de São Caetano e Guarani, pelo Paulistão – o último jogo foi em 23 de janeiro.

Depois disso, perdeu espaço com Fabio Carille. Ficou no banco contra Ponte Preta, RB Brasil e Palmeiras, não entrou, e depois sumiu. Nos últimos seis jogos, não foi mais relacionado. Além disso, não foi inscrito na Copa Sul-Americana e entrou na lista de atletas disponíveis para empréstimo. Mesmo assim, deve permanecer no Timão até o final do Campeonato Paulista.
 
      
 

 
  O principal foco da Chapecoense está no Brasileirão, portanto o clube pode aguardar a chegada da competição nacional para concretizar um acordo.

André Luis custou R$ 2 milhões ao Timão e chegou com um contrato válido até o fim de 2022. O clube tem 100% dos direitos econômicos.

O atacante atuou dos 10 aos 15 anos nas categorias de base do Santos, mas deixou o clube para defender a Portuguesa. Depois, seguiu para o Atlético-PR e, então, se transferiu para o Santa Cruz.

Apesar de ter atuado por 57 partidas pelo Tricolor do Arruda, ele não permaneceu no clube e fechou com o Cianorte. Depois, a pedido de Doriva foi para a Ponte Preta. Na Macaca, o grande momento do atacante foi no dérbi campineiro, quando marcou dois gols e foi o herói da vitória pontepretana.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Marcelo Braga (Globo Esporte)