& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Cássio iria deixar o Corinthians em 2016 e revela: pipoquei para o Andrés

 
       
 

o goleiro e ídolo do Corinthians fez a "revelação" no programa Aqui Com Benja desta semana

 
  Por:

Voz da Fiel

08/04/2019 09:45:51  
       
 
 
 
       
   Cássio iria deixar o Corinthians em 2016 e revela: pipoquei para o Andrés   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Cássio já conquistou praticamente todos os títulos com a camisa do Corinthians e se colocou entre os maiores ídolos da história do time paulista. Convidado do Aqui com Benja desta semana, o goleiro falou sobre uma sondagem do Flamengo e também revelou a importância do atual presidente Andrés Sanchez quando recebeu uma oferta do Grêmio há alguns anos.

“Bateu na trave duas vezes (sua saída do Timão). Uma possibilidade do Besiktas, depois do Campeonato Brasileiro de 2015, e uma do Grêmio, em 2016. A do Besiktas ficou enrolado, acabou não acontecendo e também era aquela situação de não querer ir. E o Grêmio por causa do Andrés”, disse o goleiro, que explicou a importância do então diretor na época.
 
      
 

 
  “Eu quase fui, não fui porque ‘pipoquei’ para o Andrés na verdade. Ele falou para eu não ir e me mostrou tudo o que eu já tinha construído. Eu tinha perdido a posição, era um momento que não estava jogando, mal, meio conturbado. Estava naquela situação ‘de repente ir para outro clube vai mudar, estou precisando, muito tempo aqui. Mas era coisa da minha cabeça”.

“E ele me mostrou tudo que tinha construído, que poderia continuar construindo. Eu tenho muito respeito por ele, nunca escondi isso. Foi o cara que, quando apostaram em mim, me bancou. Os caras falavam ‘goleiro do presidente’. É um desses caras que respeito porque sempre foi muito verdadeiro comigo, me deu puxões de orelha quando precisei”, contou.

Por fim, Cássio ainda foi questionado se teria deixado o Corinthians em 2016 caso não tivesse a conversa com o atual mandatário. “Acredito que sim, naquele momento eu estava na minha cabeça que era o momento. Acho que ele e meus amigos próximos, minha esposa falaram para não ir”, completou.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Benjamin Back (FoxSports)