& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Cássio chega à marca de 17 pênaltis defendidos no Corinthians

 
       
 

após ver Tony isolar a primeira cobrança, goleiro leu bem a batida de Thiago Santos, caindo para o canto esquerdo e praticando a defesa

 
  Por:

Voz da Fiel

28/03/2019 09:59:11  
       
 
 
 
       
   Cássio chega à marca de 17 pênaltis defendidos no Corinthians   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  O goleiro Cássio mais uma vez foi decisivo com a camisa do Corinthians na noite desta quarta-feira, contra a Ferroviária, na Arena. No tempo normal, o Alvinegro saiu na frente com um gol de Júnior Urso, em boa jogada de Clayson, mas relaxou na etapa final e viu o adversário empatar em chute de Diogo Mateus, desviado por Manoel e creditado a Thiago Santos. Na decisão por pênaltis, porém, ele voltou a aparecer.

Após ver Tony isolar a primeira cobrança, ele leu bem a batida de Thiago Santos, caindo para o canto esquerdo e praticando a defesa. Nem mesmo o erro de Danilo Avelar foi capaz de tirar a aura de herói do arqueiro. “O pessoal do Cifut passa para a gente, comissão técnica também. Acabou sendo um mérito de todo mundo”, disse o camisa 12, que chegou a 17 pênaltis defendidos com a camisa alvinegra.
 
      
 

 
  Essa não foi a primeira vez em que Cássio decidiu uma acirrada eliminatória neste ano. Antes ele já havia sido importante ao defender duas cobranças na primeira fase da Conmebol Sul-Americana, contra o Racing (ARG). Ao todo, são quatro vitórias consecutivas do Timão em disputas deste tipo.

Com o resultado, o Timão agora vai ter pela frente o Santos, em duelo que terá as datas definidas pela Federação Paulista de Futebol na manhã desta quinta-feira. O mais provável é que o clube jogue apenas no domingo. O Palmeiras, que joga na terça-feira pela Libertadores, teria de jogar no sábado com o São Paulo.
 
 

 
  “Briga boa, né (risos)”, disse o arqueiro, que enfrentou o Peixe em duas oportunidades na temporada, empatando por 1 a 1 em amistoso no começo de janeiro e por 0 a 0 em duelo pela primeira fase do Paulista, já neste mês, ambos duelos disputados em Itaquera.

“Mas não quer dizer que quem passar vai ser campeão, né. Tem a final ainda. Nós e o Santos temos ido bem em um campeonato difícil como é o Paulista, acho que, tanto nós quanto eles vamos fazer de tudo para chegar em mais uma final”, encerrou o atleta corinthiano.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Gazeta Press