& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Carille trata problemas no Corinthians com sinceridade

 
       
 

diante de atuações abaixo da crítica por parte de seu time, técnico tem optado pelo discurso honesto

 
  Por:

Voz da Fiel

04/05/2019 08:51:15  
       
 
 
 
       
   Carille trata problemas no Corinthians com sinceridade   
  Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians  
       
  Até mesmo o mais fanático torcedor do Corinthians sabe que, apesar do título paulista e de estar vivo em todas as competições que disputa, o time não tem se apresentado com atuações agradáveis, com raras exceções. É verdade que ninguém deixou de comemorar as conquistas por conta disso, mas com uma ajuda mais do que sincera dentro do clube, o olhar crítico do corinthiano tem compreendido a necessidade de evolução da equipe para o restante do ano.

Esse agente disseminador de verdades é justamente o técnico Fábio Carille, que foge ao estilo do treinador padrão por diversos motivos que temos acompanhado nos últimos anos, mas uma dessas razões tem ficado evidente em suas coletivas mais recentes: a honestidade exacerbada. Nem mesmo a glória no Paulistão e a primeira vitória no Brasileiro evitaram que o comandante discursasse sobre os problemas do time em 2019.
 
      
 

 
  É com essa transparência e reconhecimento da realidade que Carille tenta moldar e potencializar o grupo de jogadores do Timão à sua maneira. Neste sábado, às 19h15, diante do Vasco, em Manaus, com uma formação desfalcada e jogadores poupados, o técnico deve usar muita conversa, dentro e fora de campo para manter a competitividade também no Brasileirão. Confira abaixo alguns exemplos recentes da versão "sincerona" do treinador corinthiano.

Em jogo válido pelo confronto de ida das quartas de final do Paulistão deste ano, o Corinthians foi até Araraquara para enfrentar a Ferroviária. Apesar do favoritismo, o Timão viu um adversário se impor e surpreender durante toda a partida, inclusive abrindo o placar e segurando o resultado, até que Clayson aproveitou vacilo da defesa, fez jogada pelo lado esquerdo do ataque e cruzou para Gustagol empatar o duelo já nos minutos finais. O resultado, porém, não foi tão comemorado por Fábio Carille, que foi bem sincero em sua coletiva.
 
 

 
  - Não foi um pouco abaixo, não. Foi abaixo. Fomos premiados com o empate no final, mas não jogamos bem. Temos de comemorar o resultado, levar a decisão para a nossa casa, mas sabemos que não jogamos bem. Temos de jogar mais e sabemos que podemos jogar mais - avaliou antes de completar:

- Foi abaixo. Nem sei se era merecedor desse empate. Fomos premiados em um descuido do adversário, mas não jogamos bem
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Alexandre Guariglia (Lance)