& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Carille evitou falar internamente no Timão sobre possível vazamento de informações

 
       
 

Carille faz silêncio sobre "espião" no Corinthians após desabafo

 
  Por:

Voz da Fiel

07/04/2019 09:24:45  
       
 
 
 
       
   Carille evitou falar internamente no Timão sobre possível vazamento de informações   
  Foto: UOL  
       
  O desabafo de Fábio Carille, do Corinthians, sobre "informações vazadas" ficou só para os jornalistas em entrevista coletiva ontem, no CT Joaquim Grava. Segundo apuração da reportagem, o treinador faz silêncio sobre o assunto internamente no clube paulista.

Carille não falou sobre o suposto "espião" que teria vazado informações do treino corinthiano com ninguém - nem ontem e nem hoje, quando o treinador comandou trabalho tático visando o clássico contra o Santos, segunda-feira, às 20h (de Brasília), no Pacaembu, válido pela semifinal do Campeonato Paulista.

Fábio Carille evitou o assunto com dirigentes, integrantes da comissão técnica e outros profissionais. Há quem diga que o treinador se arrependeu por conta da repercussão negativa que foi gerada antes de uma decisão.
 
      
 

 
  No entanto, o assunto foi conversado pelos profissionais do Corinthians. Muitos não concordaram com o desabafo de Carille pois acreditam que o treinador não pode se desgastar com a imprensa.

Carille decidiu fechar os treinos no final de semana para a imprensa por causa das "informações vazadas".

"A questão de fechar os treinos: algumas coisas vieram por meio de vocês [jornalistas], por amigos do interior de São Paulo, que passaram algumas jogadas nossas de bola parada. Isso me deixou muito chateado na relação da confiança", disse o técnico, que preferiu não revelar quem quebrou sua confiança.

"Tenho nomes, sim. Como vocês [jornalistas] têm fontes que não falam, eu também não preciso falar, mas sei quem é. Para essas pessoas eu olho torto; sei quem são. Não tenho que revelar, mas aconteceu com duas pessoas da minha confiança em dois jogos. Por isso a decisão de esconder algumas coisas", explicou Carille, visivelmente incomodado com a situação.
 
 

 
  Carille realizou ontem o primeiro treino fechado para o clássico contra o Santos. O treinador esboçou o provável time que inicia o jogo, mas não o divulgou.

"Já adiantando: treinos fechados, descanso para todos vocês. É final de semana, fiquem com a família. Outro dia até reclamaram de alguma coisa, da escalação, então eu fiz questão de que saísse no site oficial do Corinthians quem jogaria. O problema não é esse [os 11 titulares]; o problema é algo que você faz aqui e tenta surpreender", afirmou o treinador.

O Corinthians deve entrar em campo com a seguinte formação: Cássio, Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Júnior Urso e Sornoza; Vagner Love, Clayson e Gustagol.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Raphael Evangelista (UOL)