Aqui é o lugar onde a Fíel Torcída é ouvída de verdade

       
 

Carille cita Love para pedir calma com Boselli no Timão

 
       
  Segundo o Lance,

o treinador do Corinthians não quer acelerar a estreia do centroavante argentino de 33 anos, mesmo ainda sem vencer no Paulistão

 
  Por:

Voz da Fiel

24/01/2019 08:02:49  
       
 
 
 
       
     
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O Corinthians não pretende acelerar a estreia do centroavante Mauro Boselli. Mesmo ainda sem vitórias no Campeonato Paulista - um empate na estreia com o São Caetano e uma derrota para o Guarani -, Fábio Carille quer dar tempo ao argentino de 33 anos para que se adapte ao trabalho com bola e esteja em campo apenas quando estiver 100% pronto. O treinador do Timão usou Vagner Love como exemplo.

- Não, vamos com calma, ficou muito tempo sem trabalhar com bola, a gente não pode acelerar. Tivemos a experiência com o Love, em 2015, quando aceleramos, ele não estava pronto ainda para jogar. Vamos definir amanhã (quinta-feira) - disse o treinador, descartando qualquer possibilidade de estreia do zagueiro Manoel. No sábado, o Corinthians recebe a Ponte Preta na Arena.

Carille também aproveitou o pós-jogos para fazer uma análise da derrota para o Guarani, atualmente comandado pelo ex-técnico do Timão, Osmar Loss. Segundo o atual técnico do Corinthians, ainda falta mais tempo de trabalho para que o time consiga mostrar entrosamento em campo e, assim, consiga vencer no estadual.
 
      
 
 
 
  - Houve uma mudança bem grande em parte do elenco, temos que continuar treinando bastante para ajustar e, aos poucos, naturalmente, já começa a formar a equipe que a gente quer. Tivemos que nos expor um pouquinho pelo resultado, achei que sofremos uma pressão no primeiro tempo, logo que a gente fez o gol. No segundo, começaram a jogar em contra-ataque e principalmente finalizações de longe - analisou, e seguiu:

- Respeito bastante o Loss, ele conhece minha forma de trabalho e eu conheço a dele. Ele foi feliz, fez a jogada do primeiro gol muito bem feita, onde a gente não acompanhou direito, mas não teve duelo, respeito bastante. Em relação ao São Caetano, jogamos melhor, conseguimos rodar a bola, tivemos mais paciência, criamos oportunidades. De modo geral, a gente estacionou ou ficou abaixo do que fizemos contra o São Caetano.

Conversa com possíveis reforços

Sem citar nominalmente ninguém que está na mira do Corinthians, Carille falou também sobre a possibilidade de contar com mais reforços. O lateral Guilherme Arana, do Sevilla-ESP, e o atacante Vagner Love, do Besikitas-TUR, estão negociando seus respectivos retornos ao Timão. O treinador assegurou conversar com todo mundo.

- São todos jogadores de qualidade. De ontem para hoje não conversei, não falo perto de jogo sobre isso, mas a diretoria tem trabalhado. Ligo para todos o tempo todo, falo com Renato Augusto, com Paulinho... Não é de poder vir ou não, mas estou trabalhando. Entre Natal e Ano Novo, falei com todo mundo - finalizou o comandante.