& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Carille assegura várias trocas para encarar o Novorizontino

 
       
 

o Corinthians deve trocar todo o seu time titular para o jogo deste domingo, contra o Novorizontino

 
  Por:

Voz da Fiel

08/02/2019 08:19:12  
       
 
 
 
       
   Carille assegura várias trocas para encarar o Novorizontino   
  Foto: Marcelo Braga/Globo Esporte  
       
  Ainda que veja condição física dos seus atletas encararem o fato de terem jogado na quinta à noite em Londrina, pela Copa do Brasil, ele vê no embate a chance de rodar seu grande elenco.

“Questão não é nem poupar, domingo para quinta dá tempo, vai ser questão mais de dar um gás maior, colocar esse elenco para rodar”, comentou o treinador, que manteve uma base por mais tempo em campo nos últimos jogos em detrimento de algumas novidades do elenco.

Entre os nomes que receberam poucas oportunidades estão o zagueiro Marllon, o volante Gabriel, o meio-campista Ángelo Araos e o atacante Mauro Boselli, uma das principais contratações do clube para a atual temporada. “Quero ver esses jogadores iniciando para a gente saber a resposta deles”, continuou Carille.
 
      
 

 
  Alguns dos que iniciaram a partida frente ao Ferroviário, no entanto, ainda podem ter oportunidades. Danilo Avelar, por exemplo, já avisou que está bem fisicamente e, suspenso, não vai enfrentar o Racing. Vagner Love, que reestreou na quinta, também quer jogar. “Quero jogar. Lógico que quem decide é ele, a gente sabe que todos os jogadores têm que estar bem para que, quando precisar, a gente dê conta do recado”, avaliou o camisa 9.

O próprio comandante, no entanto, admite que não pode se dar ao luxo de desperdiçar pontos no Estadual. Com sete conquistados até o momento, o Alvinegro é o terceiro colocado do Grupo C, atrás do Bragantino e da Ferroviária, essa última com o mesmo número de pontos, mas com saldo de gols melhor (0 a -1).

“Observar com segurança porque a gente está fora da zona de classificação. Esse ano tem sido diferente. Em 2017, o único que chegou depois foi o Pablo. Em 18 foram o Emerson e o Henrique. Requer um pouco mais de tempo para ter o conjunto”, concluiu o treinador.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Gazeta Esportiva