});
& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Capitão na base, Carlos Augusto ganha chance em jogo decisivo

 
       
  Segundo Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva),

após final na base e “fogueira” no profissional, Carlos entra em mais um Majestoso

 
  Por:

Voz da Fiel

14/04/2019 07:06:24  
       
 
 
 
       
   Capitão na base, Carlos Augusto ganha chance em jogo decisivo   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O Corinthians entra em campo na tarde deste domingo com o objetivo de conquistar um bom resultado no estádio do Morumbi, na primeira partida da final do Campeonato Paulista. A quase protocolar participação na decisão do Estadual, que se repete pela terceira vez em três anos, tem um sabor especial para o lateral esquerdo Carlos Augusto. Reserva, ele ganha uma chance de ser titular com a ausência de Danilo Avelar justamente no duelo que vem marcando seu início de carreira.

A lembrança mais recente de Carlos no Morumbi é bem pouco amistosa com o garoto corinthiano. Depois de marcar um gol no jogo de ida da decisão da Copa do Brasil sub-20, vencido pelo Timão por 2 a 1, o então capitão dos juniores do Corinthians cometeu um grave erro ao perder bola para Toró na entrada da área e ver o adversário ampliar para 2 a 0 a vantagem no placar, finalizado em uma goleada por 4 a 0, em junho de 2018.
 
      
 
 
 
  Antony, seu provável adversário direto neste domingo, era reserva daquela equipe tricolor, que tinha Luan e Helinho entre seus destaques. Pelo lado alvinegro, seu amigo de infância Fabrício Oya, hoje também entre os profissionais, era o 10 dos vice-campeões.

A lembrança ruim do encontro com os são-paulinos, porém, teve a oportunidade de ser apagada em novembro do ano passado. Com as críticas a Danilo Avelar atingindo seu ápice, foi ele o escolhido por Jair Ventura para atuar no Majestoso disputado na Arena, pelo segundo turno do Brasileiro. “O Carlos pediu passagem”, decretou o então técnico corinthiano.
 
 
 
 
  Com boa atuação, Carlos viu o Timão dominar o rival mesmo jogando com um atleta a menos desde o final do primeiro tempo, quando Araos foi expulso, superando um erro da arbitragem, que não viu um chute de Danilo ultrapassar a linha do gol adversário antes de Jean defender. O resultado final foi 1 a 1, com o jovem cheio de moral para fechar o ano como titular.

O posto, porém, foi perdido com sua ida ao Sul-Americano sub-20, com a Seleção Brasileira. Diferentemente de Guilherme Arana, que viveu a situação em 2017 e viu Moisés ter desempenho ruim como seus substituto, Carlos acabou abrindo uma nova chance a Avelar. Autor de um gol no Derby e de atuações seguras, o atleta vindo do Amiens-FRA retomou a condição e manteve até a baixa deste domingo.