& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Capitão na base, Carlos Augusto ganha chance em jogo decisivo

 
       
 

após final na base e “fogueira” no profissional, Carlos entra em mais um Majestoso

 
  Por:

Voz da Fiel

14/04/2019 07:06:24  
       
 
 
 
       
   Capitão na base, Carlos Augusto ganha chance em jogo decisivo   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O Corinthians entra em campo na tarde deste domingo com o objetivo de conquistar um bom resultado no estádio do Morumbi, na primeira partida da final do Campeonato Paulista. A quase protocolar participação na decisão do Estadual, que se repete pela terceira vez em três anos, tem um sabor especial para o lateral esquerdo Carlos Augusto. Reserva, ele ganha uma chance de ser titular com a ausência de Danilo Avelar justamente no duelo que vem marcando seu início de carreira.

A lembrança mais recente de Carlos no Morumbi é bem pouco amistosa com o garoto corinthiano. Depois de marcar um gol no jogo de ida da decisão da Copa do Brasil sub-20, vencido pelo Timão por 2 a 1, o então capitão dos juniores do Corinthians cometeu um grave erro ao perder bola para Toró na entrada da área e ver o adversário ampliar para 2 a 0 a vantagem no placar, finalizado em uma goleada por 4 a 0, em junho de 2018.
 
      
 

 
  Antony, seu provável adversário direto neste domingo, era reserva daquela equipe tricolor, que tinha Luan e Helinho entre seus destaques. Pelo lado alvinegro, seu amigo de infância Fabrício Oya, hoje também entre os profissionais, era o 10 dos vice-campeões.

A lembrança ruim do encontro com os são-paulinos, porém, teve a oportunidade de ser apagada em novembro do ano passado. Com as críticas a Danilo Avelar atingindo seu ápice, foi ele o escolhido por Jair Ventura para atuar no Majestoso disputado na Arena, pelo segundo turno do Brasileiro. “O Carlos pediu passagem”, decretou o então técnico corinthiano.
 
 

 
  Com boa atuação, Carlos viu o Timão dominar o rival mesmo jogando com um atleta a menos desde o final do primeiro tempo, quando Araos foi expulso, superando um erro da arbitragem, que não viu um chute de Danilo ultrapassar a linha do gol adversário antes de Jean defender. O resultado final foi 1 a 1, com o jovem cheio de moral para fechar o ano como titular.

O posto, porém, foi perdido com sua ida ao Sul-Americano sub-20, com a Seleção Brasileira. Diferentemente de Guilherme Arana, que viveu a situação em 2017 e viu Moisés ter desempenho ruim como seus substituto, Carlos acabou abrindo uma nova chance a Avelar. Autor de um gol no Derby e de atuações seguras, o atleta vindo do Amiens-FRA retomou a condição e manteve até a baixa deste domingo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva)