& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Briga por espaço no ataque esquenta e Timão esquece do Romero

 
       
 

com o impasse na renovação do seu contrato Carille descarta a utilização de Romero na montagem do time para 2019

 
  Por:

Voz da Fiel

27/01/2019 08:58:28  
       
 
 
 
       
   Briga por espaço no ataque esquenta e Timão esquece do Romero   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Ainda no mercado em busca de reforços, o Corinthians vê a briga por um espaço no ataque se acirrar no início desta temporada. Com a chegada de Vagner Love e a estreia de Boselli na vitória por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, Fábio Carille tem o que gosta de chamar de "dor de cabeça boa", especialmente com a boa fase vivida por Gustavo.

Em entrevista coletiva no último sábado (26), o treinador deixou claro que pretende jogar com dois atacantes. Apesar de não falar publicamente sobre o assunto, Carille já praticamente não conta mais com o paraguaio Romero, que está afastado e tem seu contrato marcado para acabar no meio do ano.

Inicialmente, Vagner Love leva ligeira vantagem no aspecto tático em cima de seus concorrentes por poder atuar em quatro posições diferentes na linha de frente, na análise de Carille. O jogador poderia atuar nos dois lados, atrás do camisa 9 ou até mesmo como centroavante.
 
      
 

 
  Em contrapartida, Love passou os últimos dias com pouco treino e brigando para deixar o Besiktas. Por isso, passará por uma pré-temporada particular e deve demorar a ter condições de jogo.

Enquanto isso, ficará fora da equipe de olho em seus concorrentes. Boselli entrou no segundo tempo contra a Ponte Preta, no último sábado, e teve poucas situações de perigo. O argentino deixou o campo elogiando a torcida, a cidade e o time e espera ter mais chances em breve.

Quem foi para ver a estreia dele, no entanto, acabou vendo Gustavo ser protagonista mais uma vez. O artilheiro que voltou de empréstimo do Fortaleza balançou as redes de novo em 2019 e não para de receber elogios de Carille, que usou a coletiva até para fazer elogios públicos a Rogério Ceni, antigo treinador do atacante.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: UOL