& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Apesar da vitória Carille admite que o time precisa melhorar

 
       
 

o técnico quer que o time fique mais com a bola e já cogita mudanças para os próximos jogos

 
  Por:

Voz da Fiel

03/02/2019 07:44:04  
       
 
 
 
       
   Apesar da vitória Carille admite que o time precisa melhorar   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  O técnico Fábio Carille elogiou a determinação dos jogadores do Corinthians em cumprir as orientações táticas e suportar a pressão do Palmeiras no Dérbi deste sábado, na arena do rival, pelo Paulistão. O Timão formou uma muralha na frente da grande área, venceu por 1 a 0, mas o treinador quer um futebol na sequência da temporada.

– O que eu discuti muito com minha comissão é ter humildade e reconhecer que estamos sem conjunto de jogo. Tivemos essa humildade e reconhecimento. É um início. É uma vitória que dá moral, mas precisamos melhorar nosso jogo – afirmou o treinador.

O gol de Danilo Avelar, logo aos sete minutos do primeiro tempo, permitiu que o Corinthians se fechasse na defesa à espera dos contra-ataques, que apareceram apenas no fim da partida. O Palmeiras pressionou, cruzou bolas para área à exaustão, mas não empatou.
 
      
 

 
  – A entrega dos jogadores foi fundamental, a briga. Isso estava faltando. Estou muito feliz. A gente começa a resgatar aquilo do Corinthians de brigar e de lutar. Agora passamos para outra etapa, de jogar mais, ficar com a bola. Vamos melhorar com o trabalho – reforçou Carille.

O técnico explicou a estratégia de jogo:

– A ideia foi fazer o Jadson sair da esquerda e rodar para ter superioridade no meio de campo. Quando perdesse a bola, o Sornoza voltaria para marcar para fazer a segunda linha. Foi levar para o campo e explicar. O entendimento foi legal e conseguimos neutralizar as principais jogadas do Palmeiras – celebrou Carille.

O treinador, aliás, reconheceu que o esquema tático utilizado no Dérbi pode ser alterado para as próximas partidas.

– Não sei a forma ideal do time jogar. Estou buscando. Para o jogo de hoje, acreditamos que poderia dar certo. Mas não quer dizer que seja uma sequência.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Bruno Cassucci (Globo Esporte)