& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Andrés Sanchez não quer tirar Corinthians da Arena antes da Copa América

 
       
 

o comitê organizador da competição pede a reserva dos estádios um mês antes do início para avaliação e preparação do gramado

 
  Por:

Voz da Fiel

27/04/2019 14:57:03  
       
 
 
 
       
   Andrés Sanchez não quer tirar Corinthians da Arena antes da Copa América   
  Foto: Renato Pizzutto/Globo Esporte  
       
  O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, não quer tirar a equipe da Arena antes da Copa América.

O comitê organizador da competição pede a reserva dos estádios um mês antes do início do torneio para avaliação e preparação do gramado.

Assim, a CBF divulgou a tabela do Brasileirão com mandos “a definir” nas partidas do Corinthians contra São Paulo e Goiás. Os duelos, marcados para os dias 25 de maio e 1 de junho, são válidos pelas sexta e sétima rodadas, respectivamente.
 
      
 

 
  Mesmo com a liberação do Pacaembu para receber jogos do Brasileirão no primeiro semestre, Andrés Sanchez não pretende abrir mão da Arena Corinthians e já avisou os organizadores da Copa América.

A casa do Timão receberá três confrontos da Copa América, um na primeira fase, um nas quartas de final e outro válido pela disputa do terceiro lugar.

Outros cinco estádios serão palco do torneio: Maracanã, Morumbi, Mineirão, Fonte Nova e Arena Grêmio.
 
 

 
  Em janeiro, o Comitê Organizador Local da Copa América informou que tem "interferência mínima" nas arenas e que "os estádios manterão suas atividades rotineiras."

Trinta dias antes da competição, o gramado do estádio entrará num período de preparação final para a competição, sendo resguardado e avaliado periodicamente até o início do torneio.

Durante a competição, o Comitê Organizador terá 100% de controle sobre os estádios nos dias de jogo e véspera de jogo. Nos demais dias, haverá um uso compartilhado.”

Nas últimas semanas a diretoria do Corinthians vinha cogitando fechar a Arena após o Paulistão para reformar o gramado, mas desistiu da ideia. Apesar de algumas falhas, o campo apresentou melhor qualidade nas últimas partidas.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Bruno Cassucci (Globo Esporte)