x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Mancini exalta base e classifica a entrada de Jô no Corinthians como benéfica

 
       
 

Vagner Mancini ressaltou a reação do Corinthians na partida conta a Ponte na Arena

 
  Por:

Voz da Fiel

08/03/2021 06:08:23  
       
 
 
 
       
   Mancini exalta base e classifica a entrada de Jô no Corinthians como benéfica   
  Foto: Ettore Chiereguini/AGIF  
       
 

Após vencer a Ponte Preta por 2 a 1, hoje, na Neo Química Arena, pela terceira rodada do Campeonato Paulista, o técnico Vagner Mancini exaltou a base. Os meninos ganharam oportunidade devido aos 14 desfalques no Timão por coronavírus. O treinador viu o desempenho da molecada com bons olhos.

"Os meninos serão muito úteis, já estão sendo. Donelli está comigo há cinco meses. O Caique voltou de outro clube e eram apenas 15 dias de trabalho, não tinha chegado a sua forma física ideal, pegou covid no meio do caminho. Uma escolha segura de um atleta que acompanho há 15 dias, mostra maturidade. Fez boas defesas e jogou na chuva os dois jogos. Foi testado de forma intensa. João Vitor na direita fez essa função comigo no Atlético-GO. Tem volúpia, jogo aéreo, não se esconde do jogo", disse.

 
      
 

 
 

Mancini também explicou o motivo de ter escalado Bruno Méndez na lateral esquerda mesmo tendo Guilherme Biro, jogador de origem, à disposição. Méndez, aliás, teve desempenho acima da média nesta manhã.

"Tive um treinamento só para testar o Biro e o Méndez. O Biro, num jogo difícil, se tivesse tempo maior de treinamento, certamente seria escolhido, porque ele é da posição. Bruno mesmo me disse nunca fiz, mas estou à disposição. E ele deu conta do recado. Participação satisfatória em todos os sentidos. Arriscou uma subida, mas retornou após ver que precisava ficar mais para trás. Tem jogo aéreo, tem condição física. Se identifica muito com esse jogo do Corinthians, tem a raça", acrescentou.

 
 

 
 

E a chuva voltou a ser protagonista neste domingo após ser motivo de atenção na capital paulista devido ao volume de água. O campo do estádio Neo Química Arena não aguentou e encharcou, dificultando a bola a rolar. Pensando nisso, Mancini acionou Jô na partida e o elogiou por ser decisivo.

"Jô tem uma liderança e experiência muito importante. Mesmo no banco de reservas está gesticulando, pega os meninos mais jovens e fala, orienta. É prata da casa, iniciou sua carreira no Corinthians aos 16 anos. Muitos deles estão fazendo o que Jô fez há tantos anos atrás. E a entrada dele no jogo foi muito benéfica porque a chuva veio nessa hora, o campo ficou impraticável. Tivemos que usar dele o jogo aéreo. Em cima disso conseguimos sufocar a Ponte Preta. Todas as equipes gostariam de ter um jogador com esse perfil e qualidade dentro de campo. Ele é muito decisivo em muitas coisas, está pronto em tudo que você pede, chega no clube, chega e é um dos últimos a sair. Isso gera uma amizade e sentimento muito bacana de quem realmente ama o clube e quer estar ali", concluiu.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: UOL