x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Estreia de Ronaldo Giovaneli no Corinthians completa 33 anos neste domingo

 
       
 

Ídolo corinthiano marcou época e é o goleiro recordista de partidas pela equipe alvinegra

 
  Por:

Voz da Fiel

07/02/2021 07:33:28  
       
 
 
 
       
   Estreia de Ronaldo Giovaneli no Corinthians completa 33 anos neste domingo   
  Foto: Placar  
       
 

Neste domingo (07), a estreia de Ronaldo Giovaneli pelo Corinthians completa exatos 33 anos. Em um amistoso contra o São José (SP), ocorrido no dia 07 de fevereiro de 1988, o goleiro vestiu pela primeira vez a camisa do Timão, então com 20 anos de idade. Ronaldo foi bem, e o jogo acabou empatado sem gols.

Com 602 jogos, Ronaldo Soares Giovaneli é o terceiro jogador que mais vezes atuou pelo clube do Parque São Jorge. Com 602 partidas, ele ficou atrás apenas do lateral Wladimir (806) e do atacante Luizinho (606), segundo dados do Almanaque do Timão. Durante uma década, ele foi o dono da camisa 1 do Corinthians.

 
      
 

 
 

Ronaldo ascendeu ao time titular corinthiano em um momento que acabou sendo favorável a ele, por complicações dos companheiros de posição. Após chegar à base alvinegra ainda no final dos anos 1970, ele integrou a equipe de juniores e apareceu como opção para a meta como terceiro goleiro quando Carlos, o titular, esteve lesionado, e Valdir Peres, outro nome que atuaria, havia sido dispensado.

Na estreia, o arqueiro pegou um pênalti na vitória sobre o São Paulo por 2 a 1 pelo Campeonato Paulista 1988, dando início à campanha da conquista do título estadual daquela temporada.

 
 

 
 

Excelente debaixo das traves, dono de apurado reflexo e muito ágil, Ronaldo gostava de valorizar as defesas, executando pontes acrobáticas, levando a Fiel ao delírio.

Na longa trajetória pelo Corinthians, Ronaldo foi três vezes campeão paulista (1988, 1995 e 1997), campeão brasileiro (1990) e da Copa do Brasil (1995). Além de títulos, o goleiro ostenta também média de menos de um gol sofrido por partida (0,97).

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Corinthians