x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Em reunião com a Gaviões da Fiel, Corinthians descarta fazer vaquinha com a torcida

 
       
 

O encontro entre representantes da Gaviões da Fiel e José Colagrossi Neto, que aconteceu na tarde dessa quarta-feira

 
  Por:

Voz da Fiel

08/04/2021 10:34:52  
       
 
 
 
       
   Em reunião com a Gaviões da Fiel, Corinthians descarta fazer vaquinha com a torcida   
  Foto: Agência Corinthians  
       
 

O encontro entre representantes da Gaviões da Fiel e José Colagrossi Neto, que aconteceu na tarde dessa quarta-feira, no Parque São Jorge, praticamente encerrou a possibilidade do clube se beneficiar de uma "vaquinha virtual", como chegou a sugerir a torcida organizada.

Durante a reunião, o superintendente de marketing e comunicação do Corinthians reforçou a posição de que o clube, caso algum projeto avance, não vai abrir mão de entregar alguma contrapartida ao torcedor que quiser colaborar financeiramente.

Essa condição já havia sido exposta quando o presidente corinthiano, Duilio Monteiro Alves, recebeu a Gaviões, pessoalmente, na semana passada.

 
      
 

 
 

A organizada, por outro lado, não desistiu de auxiliar o Corinthians. A princípio, a intenção é encontrar uma maneira de facilitar o pagamento da dívida junto a Caixa Econômica Federal sobre a Neo Química Arena.

Sendo assim, o que deve ser discutido a partir de agora não se refere mais a uma "vaquinha virtual", e sim a uma ação de marketing concreta, conjunta, que tenha potencial para gerar receita nova e importante, e que passe por um processo de transparência perante aos torcedores.

 
 

 
 

Para dialogar com os profissionais do clube, a Gaviões da Fiel levou membros de uma comissão especializada formada por sócios.

A reunião não chegou a discutir que tipo de retribuição pode ser oferecida. Camisas, objetos, ingressos, nada está descartado. O próximo passo dos envolvidos é justamente estudar propostas e a viabilidade de uma ação que, antes de tudo, vai precisar que o torcedor compre a ideia.

 
 

 
 

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Gazeta Press