x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Duílio promete gestão transparente e responsável no Corinthians

 
       
 

Novo presidente tomou posse nesta tarde e em seguida concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava. Entre outras coisas, garantiu honrar compromissos e reformas no clube

 
  Por:

Voz da Fiel

05/01/2021 07:26:55  
       
 
 
 
       
   Duílio promete gestão transparente e responsável no Corinthians   
  Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians  
       
 

Eleito presidente do Corinthians no fim de fevereiro, Duílio Monteiro Alves tomou posse nesta segunda-feira e concedeu sua primeira entrevista coletiva no cargo. Em conversa virtual com os jornalistas, o mandatário prometeu transparência e responsabilidade em sua gestão, sem deixar que o futebol fique enfraquecido. Para isso, fará reformas administrativas no clube.

- (Gestão) Competente, participativa e, principalmente, transparente. Hoje o Corinthians tem todas as estruturas físicas necessárias para ser tornar um dos maiores do mundo. Hoje somos o segundo maior das Américas. O que o Corinthians precisa hoje é uma gestão transparente, que mude e transforme essa parte administrativa. O legado que quero deixar é modificar essa administração para algo moderno e transparente.

 
      
 

 
 

Em termos de responsabilidade, Duílio quer garantir que o Corinthians honre seus compromissos e consiga buscar novas receitas para os próximos anos, ao mesmo tempo em que negocia o alongamento das dívidas para ganhar fôlego financeiro. Tudo isso com os pés no chão, mas sem enfraquecer o time.

- Temos que ter uma gestão responsável, nos preocupar com os compromissos que temos que honrar. Estamos trabalhando em alongamento de compromissos, para ganhar fôlego. Com certeza será uma gestão pés no chão, com pouco investimento imediato no futebol e em outras áreas. Vamos trabalhar em duas frentes: reduzir despesas e aumentar receitas. A gente já vem trabalhando, José Colagrossi atuando no marketing, temos boas novidades pela frente, mas sempre com responsabilidade - disse Duilio.

 
 

 
 

- O Corinthians vai ser transparente em relação a finanças. Já ganhamos campeonatos com times não muito caros e também com grandes estrelas. O Corinthians tem seu diferencial de não desistir nunca, faz parte do seu DNA. Vamos trabalhar com pés no chão e trabalhando muito para aumentar receitas e sempre ter um time forte - complementou o mandatário.

Para isso, a ideia é submeter o clube a uma reforma administrativa bem profunda, não só no futebol, mas também na parte social.

 
 

 
 

- Quando falei reformulação, falo em modo geral, não só do futebol. Falo do clube social, das outras diretorias, a gente vem com uma diretoria toda nova, dando oportunidades para quem quer ajudar o clube. Precisam ser feitas mudanças, principalmente na parte administrativa. Temos que trabalhar muito em cima dos compromissos, das dívidas, das contas que temos a pagar nos próximos meses e trabalhar muito para trazer novas receitas. Paralelamente a isso, também faremos a reforma administrativa. Vamos focar na parte do financeiro, jurídico, transformar nossa gestão em uma gestão moderna, com tudo que existe hoje nas grandes empresas.

 
 

 
 

É aí que entra a parte do compliance, que será atrelada ao departamento jurídico, que será comandado por Herói Vicente, um opositor da gestão de Andrés Sanchez. A ideia é que todas as ações do clube passe por um controle de normas e regras de acordo com o que acontece no mercado. Para os próximos dias, é aguardado o anúncio de uma empresa que fará isso.

- O compliance é uma palavra bonita de se falar, mas é uma parte de uma nova gestão. Resumindo, seria um acompanhamento desde o contrato, do registro, os passos dentro do clube, os pagamentos disso, é um controle muito detalhado dos processos. O contrato que é feito, como é feito, as empresas parceiras... é um controle muito específico, falando de uma forma resumida para o torcedor entender. Vamos trazer uma das maiores empresas dessa área, ainda vamos revelar qual. Todos nós, juntos, vamos fazer o Corinthians maior.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Lance