x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Doutor Geraldo Jabur, conselheiro do Corinthians, morre de Covid-19

 
       
 

O clube emitiu nota de pesar pela morte do conselheiro

 
  Por:

Voz da Fiel

18/03/2021 14:31:42  
       
 
 
 
       
   Doutor Geraldo Jabur, conselheiro do Corinthians, morre de Covid-19   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
 

Geraldo Jabur, como era mais conhecido, nasceu em Jaú e foi "de caipira a doutor", como diz o título de seu livro autobiográfico, lançado em 2012 no Memorial do Parque São Jorge. Confidenciava que tinha três sonhos desde que nasceu: "batizar-se na Igreja da Penha, ser corinthiano e formar-se em direito".

Formou-se em direito pelo Largo de São Francisco (USP) em 1958, fundando o escritório que leva seu nome dois anos depois. O dr. Jabur se notabilizou pelo saber jurídico e por ações filantrópicas, que lhe renderam a Medalha José de Anchieta, concedida pela Câmara de Vereadores de São Paulo. Além de uma carreira que se estendeu por mais de cinco décadas, foi notável defensor das cores preta e branca: conselheiro vitalício desde 1971, Geraldo Jabur serviu o Parque São Jorge em diversas diretorias e também na presidência do Conselho Deliberativo.

 
      
 

 
 

Geraldo Jabur, foi advogado da Gaviões da Fiel década de 90, foi um dos responsáveis por acabar com as proibições que os Gaviões enfrentavam para frequentar os estádios.

A maior torcida organizada do Timão fez uma postagem em sua homenagem.

 
 

 
 

O ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, também prestou solidariedade ao conselheiro do Corinthians, através de sua conta em uma rede social.

 
 

 
 

Veja na íntegra a nota de pesar emitida no site do Corinthians

O Sport Club Corinthians Paulista lamenta o falecimento de Adib Geraldo Jabur, advogado, corinthiano e conselheiro vitalício, aos 86 anos.

Geraldo Jabur, como era mais conhecido, nasceu em Jaú e foi "de caipira a doutor", como diz o título de seu livro autobiográfico, lançado em 2012 no Memorial do Parque São Jorge. Confidenciava que tinha três sonhos desde que nasceu: "batizar-se na Igreja da Penha, ser corinthiano e formar-se em direito".

Formou-se em direito pelo Largo de São Francisco (USP) em 1958, fundando o escritório que leva seu nome dois anos depois. O dr. Jabur se notabilizou pelo saber jurídico e por ações filantrópicas, que lhe renderam a Medalha José de Anchieta, concedida pela Câmara de Vereadores de São Paulo. Além de uma carreira que se estendeu por mais de cinco décadas, foi notável defensor das cores preta e branca: conselheiro vitalício desde 1971, Geraldo Jabur serviu o Parque São Jorge em diversas diretorias e também na presidência do Conselho Deliberativo.

Consternado pela perda em decorrência de covid-19, o Corinthians estende sua solidariedade aos parentes, amigos e a toda comunidade alvinegra neste doloroso luto. Assim que possível, incluiremos as informações sobre o serviço fúnebre, desde já recordando a todos que haverá restrições de comparecimento devido às circunstâncias adversas da pandemia.

Devido às restrições referentes à pandemia, não haverá velório.

A missa será na Paróquia Nossa Senhora da Esperança de Moema, no dia 24 de março, às 18h.

Atenciosamente,

Sport Club Corinthians Paulista

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Voz da Fiel