x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Cantillo pode atingir sequência inédita com Vagner Mancini no Corinthians

 
       
 

Colombiano não engata três jogos seguidos entre os titulares desde setembro de 2020

 
  Por:

Voz da Fiel

10/02/2021 12:04:24  
       
 
 
 
       
   Cantillo pode atingir sequência inédita com Vagner Mancini no Corinthians   
  Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians  
       
 

Aos 27 anos, o volante colombiano Victor Cantillo parece reencontrar o bom futebol no Corinthians. Nesta quarta-feira, contra o Athletico-PR, às 21h30 (de Brasília), na Neo Química Arena, ele pode chegar a uma sequência inédita sob o comando do técnico Vagner Mancini.

A prova da boa fase de Cantillo está nos jogos seguidos como titular. Entre agosto e setembro do ano passado, o colombiano emendou uma sequência de oito jogos no time principal. De lá para cá, teve apenas períodos curtos de dois jogos começando entre os 11 do Timão.

Nesta quarta, a tendência é de que faça o terceiro jogo seguido ao lado de Gabriel na parte defensiva do meio-campo corinthiano. O duelo contra o Furacão é válido pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. São 11 jogos sob o comando do treinador.

 
      
 

 
 

Os números de Cantillo no Brasileirão

  • 21 partidas jogadas
  • 17 partidas como titular
  • 3 assistências
  • 47 toques na bola por jogo (na média)
  • 72% de eficiência em lançamentos
  • 79% de acerto em bolas longas
  • 5 cartões amarelos

Números do Sofascore

 
 

 
 

De acordo com o scout da TV Globo, na vitória diante do Ceará, Cantillo não só foi quem mais trocou passes no Corinthians (43), mas também quem mais acertou (39). Assim, o colombiano ganha destaque também ao ajudar na necessidade de fazer a bola fluir no meio-campo.

Até mesmo na derrota para o Bahia, no jogo anterior ao do Ceará, Cantillo também foi quem mais acertou passes pelo lado do Corinthians, com 47.

 
 

 
 

No segundo semestre do ano passado, o volante colombiano passou a oscilar depois de ficar afastado para se curar da Covid-19. Perdeu não só em ritmo de jogo, mas também em massa muscular. Não emplacou, por exemplo, grande sequência com o interino Dyego Coelho.

Desde que chegou ao Timão, entre amistosos, Campeonato Paulista, Libertadores, Copa do Brasil e Brasileirão, Cantillo disputou 37 jogos e deu três assistências.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Globo Esporte