x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Vergonhoso: Corinthians foi muito prejudicado pela arbitragem e fica com o vice da LNF

 
       
 

O Corinthians perdeu para o Magnus na segunda partida da final da LNF e com erros absurdos da arbitragem

 
  Por:

Voz da Fiel

20/12/2020 15:39:52  
       
 
 
 
       
   Vergonhoso: Corinthians foi muito prejudicado pela arbitragem e fica com o vice da LNF   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
 

Na tarde deste domingo, o Corinthians entrou em quadra para decidir o título da Liga Nacional de Futsal. Depois de empate por 1 a 1 em casa, a equipe alvinegra perdeu por 3 a 0 para o Magnus Futsal e ficou com o vice da competição.

O jogo ficou marcado pela enorme disputa entre as equipes e também pelos inúmeros erros de arbitragem. No primeiro tempo, o gol do Magnus saiu na sexta falta do Timão e após o juiz voltar defesa de Obina.

O time de André Bié ainda teve falta claríssima não marcada que resultaria em tiro livre ainda na primeira etapa. Para fechar, o segundo gol saiu em pênalti inexistente marcado para os mandantes.

 
      
 

 
 

Novo parceiro

A camisa alvinegra para a final ganhou um novo patrocinador máster: a Neo Química, que dá nome a Casa do Povo, em Itaquera.

 
 

 
 

Primeiro tempo

Faltando nove minutos para o fim da primeira etapa, o Corinthians fez sua sexta falta e Rodrigo foi para o tiro livre. Na primeira batida, Obina defendeu, mas na visão equivocada da arbitragem, ele acabou passando da marca limite. Na segunda cobrança, o capitão do Magnus bateu no cantinho para abrir o placar.

Depois do gol, o Corinthians se lançou ao ataque e ameaçou uma pressão, com Murilo aparecendo pelos lados para cruzar com perigo para a área. No lance seguinte, Careca fez linda defesa para impedir o segundo dos donos da casa.

O ritmo do jogo aumentou e a arbitragem prejudicou o Corinthians em lance chave. Na entrada da área, Batalha foi derrubado no que seria a sexta falta e lance livre para o Timão, mas o árbitro absurdamente deu posse de bola para o Magnus.

 
 

 
 

Segundo tempo

Restando sete minutos, o Corinthians tomou um duro golpe. Após perder a bola, Murilo segurou o adversário e tomou seu segundo cartão amarelo, sendo expulso de quadra.

Como se não bastasse ter um a menos, Rodrigo valorizou o lance e a arbitragem marcou a penalidade inexistente, somando mais um erro contra o clube alvinegro.

 
 

 
 

Depois do lance, restando seis minutos, o Corinthians se lançou ao ataque com goleiro linha e quase tomou o terceiro em chute de longe. Encarregado de ser o goleiro linha, Jackson Samurai desperdiçou a melhor chance alvinegra no jogo ao acertar a trave em tiro livre.

O Timão chegou com perigo mais uma vez com o próprio Samurai, mas novamente parou em defesa de Lucas Oliveira. Com goleiro linha, o Timão tomou o terceiro em contra-ataque rápido, finalizado por Marinho.

 
 

 
 

Mais um absurdo

No fim do jogo os jogadores do Corinthians sofreram com a truculência dos seguranças do time de Sorocaba, que atiraram uma grande quantidade de spray de pimenta em cima de todos da equipe alvinegra, quando eles se dirigiram aos árbitros para reclamar dos lances capitais da partida.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Voz da Fiel