x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Mancini nega favoritismo e prega agressividade do Corinthians na Copa do Brasil

 
       
 

Para o técnico Vagner Mancini, a palavra de ordem é agressividade

 
  Por:

Voz da Fiel

27/10/2020 18:11:52  
       
 
 
 
       
   Mancini nega favoritismo e prega agressividade do Corinthians na Copa do Brasil   
  Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians  
       
 

O Corinthians se prepara para iniciar sua trajetória na Copa do Brasil nesta quarta-feira, quando recebe o América-MG pelas ida das oitavas de final. Para o técnico Vagner Mancini, a palavra de ordem é agressividade.

Com uma semana de treinamentos após a vitória contra o Vasco no Campeonato Brasileiro, a equipe terá a chance de mostrar ao treinador que evoluiu dentro das novas ideias de jogo: mais agressividade e pressão sem posse e verticalidade com a bola no pé.

“Não tenho algumas peças nesse jogo, não tenho Fábio Santos, Otero, Mantuan, tenho dúvidas sobre Piton e Jô, então podemos ver um time diferente, mas vai buscar o gol desde o início. O Corinthians tem que jogar de forma agressiva, importante que o torcedor veja isso e tenha uma identificação; a partir daí saberemos que estamos no caminho certo", contou Mancini em entrevista coletiva desta terça-feira.

 
      
 

 
 

"Temos que iniciar buscando a vitória desde o primeiro instante, o Corinthians vai sair para cima do América, é a minha maneira de trabalhar e venho passando isso para os atletas. Do outro lado, o time vai buscar erros do Corinthians e qualquer erro pode ser fatal”, seguiu.

Na 13ª colocação da Série A, o Alvinegro encara o vice-líder da Série B, que vem de cinco vitórias seguidas na competição.

 
 

 
 

“Acho que o América no seu mundo vive um excelente momento, o Corinthians no seu mundo vive uma temporada de oscilação, acho que dificilmente não vamos oscilar porque é um reinício de trabalho no meio da temporada, mas espero que a maturidade, o laço dos atletas façam com que eles consigam entender rapidamente o que vem sendo montado em campo", explicou Mancini.

"Não vejo favorito, acho que o Corinthians tem a vantagem por jogar em casa, e o equilíbrio do jogo pelo fato do América estar em um bom momento. Espero dois jogos difíceis, equilibrados", opinou.

 
 

 
 

Bem distante do título brasileiro e fora das competições sul-americanas, a Copa do Brasil passa a ser a única chance real de título do Corinthians no ano, assim como o caminho mais curto à próxima edição da Libertadores. Pela classificação à fase prévia do torneio sul-americano no ano passado, o Timão já entra nas oitavas de final da competição.

“A Copa do Brasil tem um sistema que me agrada muito, eu já tive oportunidades de defender outras equipes, e quando você tem a oportunidade de disputar, motiva todo mundo do clube. O efeito é muito rápido, tanto em alegria como em desgaste, o formato nem sempre ajuda a equipe mais forte. Em cima disso, precisa valer o fato de sermos o Corinthians, de jogar na Arena, de ter uma boa recompensa para o clube; temos que ter um time agressivo porque isso te deixa mais distante do imponderável”, concluiu Mancini.

 
 

 
 

Veja a entrevista coletiva concedida hoje pelo técnico do Corinthians

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Gazeta Press