x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Mancini diz que Corinthians quitou todos os salários atrasados nesta sexta

 
       
 

Treinador diz que relação dos jogadores com diretoria é ótima: "Há confiança"

 
  Por:

Voz da Fiel

13/11/2020 14:49:52  
       
 
 
 
       
   Mancini diz que Corinthians quitou todos os salários atrasados nesta sexta   
  Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians  
       
 

Segundo o técnico Vagner Mancini, o Corinthians pagou nesta sexta-feira o último mês de salário atrasado com o elenco profissional, como havia prometido o presidente Andrés Sanchez. Com isso, não há mais atrasos. Outros dois meses haviam sido pagos na última quinta.

O Timão devia os meses de agosto, setembro e outubro aos jogadores. Somadas, as três folhas salariais giram em torno de R$ 36 milhões.

– Já vivi em outros lugares situações em que o atraso realmente era difícil de administrar. Não é o que acontece no Corinthians, não tive reclamação do elenco. Até porque existe uma relação de confiança dos jogadores com o elenco. A informação que tenho é de que não há mais atraso, que hoje de manhã foi feito o pagamento do último mês. É importante, pois faz justiça com o que se faz diariamente e o que se recebe. Mas em momento algum tive qualquer conversa com o elenco sobre isso. Houve um acordo com a diretoria. A dificuldade de uma pandemia faz com que você tenha que driblar algumas coisas. Que seja uma energia a mais para brigarmos por coisas diferentes no campeonato – disse Mancini.

 
      
 

 
 

Segundo a diretoria, o Timão usou verbas de patrocínio e de cotas de transmissão para pagar os valores devidos. Há a expectativa de que o clube receba nesta semana a verba adiantada da venda de Pedrinho ao Benfica.

O clube português só pagará a primeira parcela em 2021, mas o Timão fez um adiantamento do valor total da negociação junto a uma instituição financeira estrangeira. Serão quase R$ 120 milhões de socorro financeiro.

 
 

 
 

Ao longo de uma temporada prejudicada pela pandemia do novo coronavírus, os jogadores do Corinthians conviveram várias vezes com atrasos de salários.

O Corinthians iniciou a temporada com uma folha salarial de quase R$ 12 milhões. Com a pandemia e a redução de 25% acordada com o elenco, a folha passou a custar cerca de R$ 8,5 milhões. O corte, porém, durou apenas dois meses.

O Timão tem pendências a resolver também em relação ao FGTS de seus atletas.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Globo Esporte