x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Luan tem sequência com Mancini no Corinthians, mas estatísticas do jogador não empolgam

 
       
 

Camisa 7 será titular pela segunda vez consecutiva neste sábado, diante do Atlético-MG

 
  Por:

Voz da Fiel

14/11/2020 10:56:44  
       
 
 
 
       
   Luan tem sequência com Mancini no Corinthians, mas estatísticas do jogador não empolgam   
  Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians  
       
 

Luan terá uma sequência de dois jogos como titular do Corinthians pela primeira vez sob o comando de Vagner Mancini.

Depois de atuar por 90 minutos no empate com o Atlético-GO, o meia começará o jogo diante do Atlético-MG neste sábado, às 19h (de Brasília), pela 21ª rodada do Brasileirão.

 
      
 

 
 

A última vez que atuou jogos em série como titular foi contra Atlético-GO, Bragantino, Santos e Ceará, na sequência final da curta passagem do interino Dyego Coelho.

Com Mancini, saiu do banco em cinco jogos, contra Flamengo, Vasco, América-MG (nos dois da Copa do Brasil) e Internacional. Deu uma assistência para o gol de Gil na goleada flamenguista.

 
 

 
 

Será a 14ª partida de Luan no Brasileirão, a oitava como titular. Autor de um único gol no torneio, no empate por 1 a 1 com o Fortaleza, em 27 de agosto, o camisa 7 tenta aumentar o seu protagonismo na equipe com a ausência do equatoriano Cazares, que desfalca o time por uma lesão muscular.

As estatísticas de Luan não empolgam. Ele tem uma média de uma finalização por partida (foram 13 em 13 jogos). Finalizações certas, porém, foram apenas quatro. Média de 0,31 por jogo.

 
 

 
 

Mas além de chutes para gol, Vagner Mancini quer ver entrega por parte de Luan. Armando um time intenso e com transições rápidas, o treinador espera que o seu meia ajude também na pressão nos homens que portarem a bola no campo de defesa atleticano. Ele tem oito roubadas em 13 jogos.

Em entrevista coletiva, Mancini disse que Luan precisa entender que o futebol mudou, que não é mais "romântico", querendo dizer que é preciso mais do que técnica para triunfar.

 
 

 
 

Mesmo assim, pelo desempenho dos treinos e minutos recentes em jogos, já vê boas perspectivas.

– Ele precisa mostrar que a sede que ele tem pela bola, ele também tem para recuperá-la. É um processo lento, mas vai acontecer. Fiz um mês de Corinthians e pude ver uma melhora do Luan. Estou confiante que ela será gradativa, e que a cada jogo ele vai mostrar algo diferente e vai ajudar. Estamos ajudando o Luan a reconquistar toda torcida do Corinthians – disse o treinador corinthiano.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Globo Esporte