x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Ex-jogador da base que foi pivô de polêmica com Tite, volta ao Corinthians como reserva no Fluminense Sub-23

 
       
 

Matheus Cassini foi reserva do Fluminense no duelo com o Corinthians, nesta quinta, pelo Brasileiro Sub-23

 
  Por:

Voz da Fiel

10/12/2020 18:11:45  
       
 
 
 
       
   Ex-jogador da base que foi pivô de polêmica com Tite, volta ao Corinthians como reserva no Fluminense Sub-23   
  Foto: Meu Timão  
       
 

Pivô de uma das polêmicas do técnico Tite envolvendo o aproveitamento das categorias de base, o meia Matheus Cassini voltou nesta quinta-feira ao Parque São Jorge nesta quinta-feira, mas em situação bem diferente de quando deixou o Timão: ele foi reserva do Fluminense no confronto com o Timão pela segunda fase do Brasileiro de Aspirantes.

Cassini viu do banco o time visitante abrir 2 a 0, com gols de Jefferson e Samuel, e entrou em campo já na parte final da partida. O treinador utilizou o armador apenas aos 43 minutos do segundo tempo.

 
      
 

 
 

Um dos melhores jogadores do Corinthians na conquista da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2015, Cassini acabou não sendo aproveitado naquele primeiro semestre e deixou o clube reclamando disso.

"Tem que perguntar para o treinador (porque ele não jogou)", disse ele ao ser apresentado no Palermo, que o contratou por cerca de R$ 5 milhões, dos quais R$ 3,5 milhões foram para os cofres do Corinthians.

 
 

 
 

O técnico Tite só deu uma "quase" chance ao meia. Cassini foi relacionado para a partida contra o Fluminense, no primeiro turno do Campeoato Brasileiro daquele ano, logo que as conversas com o Palermo começaram. Mas só ficou no banco de reservas.

Outros nomes daquela equipe tiveram chance com Tite, principalmente o lateral esquerdo Guilherme Arana, o zagueiro Pedro Henrique, além dos volantes Maycon e Marciel, todos com passagem no mínimo marcante no profissional.

Cassini, por sua vez, não foi aproveitado no Palermo e já reconheceu algumas vezes que foi mal orientado na época da sua subida para o profissional. Ele chegou a reencontrar o Timão em 2017, como jogador da Ponte Preta, no Paulista. Agora, aos 24 anos, busca um novo rumo na carreira.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Meu Timão