x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Cássio explica lesão e diz que Corinthians já tem de pensar na parte de cima da tabela

 
       
 

O treino desta terça, no CT do Ceará, será fundamental para a comissão técnico

 
  Por:

Voz da Fiel

01/12/2020 17:29:13  
       
 
 
 
       
   Cássio explica lesão e diz que Corinthians já tem de pensar na parte de cima da tabela   
  Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians  
       
 

Cássio desfalcou o Corinthians em cima da hora no duelo contra o Coritiba, mas conseguiu se recuperar rapidamente e viajou com o grupo para o duelo desta quarta, contra o Fortaleza, no Ceará.

Em entrevista coletiva virtual, o capitão do Timão falou sobre a situação e sobre como tudo aconteceu no Paraná. Na ocasião, Vagner Mancini colocou Walter para jogar e ficou apenas com Cássio, lesionado, no banco.

 
      
 

 
 

"Acabei sentindo um desconforto na hora do chute, no aquecimento, senti uma dor forte, e já tenho idade para saber como meu corpo funciona. A gente fez um teste e a dor foi aumentando. Por precaução, achamos melhor não jogar para não agravar. Graças a Deus, foi só uma contratura, tratei intensamente. O grande problema é na parte do chute e não na movimentação lateral, para pular, algo especifico. Fiquei uns dias sem treinar e, Graças a Deus, nos treinos que fiz não tive problema".

O treino desta terça, no CT do Ceará, será fundamental para a comissão técnico, junto ao departamento médico, decidir se Cássio terá condição de ser titular.

 
 

 
 

Sobre a equipe, o camisa 12 está confiante de que o Corinthians já pode começar a olhar mais para cima do que para baixo. Neste momento, o alvinegro é o 11º colocado, com 29 pontos, cinco pontos acima do Z4 e oito pontos abaixo do G6.

"Pelos resultados que a gente vem tendo, pela evolução com Mancini, temos de pensar na parte de cima da tabela. Lógico que a grande resposta será com os resultados. Temos de almejar ficar o mais longe possível do pessoal de baixo, mas já olhando para o grupo da frente. É chegar e se manter lá da frente".

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Gazeta Press