x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Casagrande critica escolha de Cássio como titular no Corinthians contra o Flamengo

 
       
 

Comentarista defende "melhor goleiro da história do clube" e diz que respeito seria colocá-lo no banco para poupá-lo de "uma roubada"

 
  Por:

Voz da Fiel

18/10/2020 19:28:35  
       
 
 
 
       
   Casagrande critica escolha de Cássio como titular no Corinthians contra o Flamengo   
  Foto: Marcos Ribolli/Globo Esporte  
       
 

Comentarista da Globo na derrota do Corinthians por 5 a 1 para o Flamengo, neste domingo, na Neo Química Arena, Casagrande afirmou que houve "falta de sensibilidade e de respeito" na escalação do goleiro Cássio, que voltou ao time após cumprir suspensão depois de grande atuação do reserva Walter, na quarta-feira, na vitória contra o Athletico.

– O Cássio não estava bem como o time não está bem. Deixa o cara que jogou na quarta-feira continuar jogando, você não pode expor o maior ídolo do Corinthians no momento e o melhor goleiro da história do Corinthians – criticou Casão.

 
      
 

 
 

– O Cássio tem que ser respeitado também, e não colocá-lo numa roubada dessa que você preserva, muito pelo contrário, ele tinha que ter ficado fora do jogo e o Walter entusiasmado jogar – completou o comentarista.

No comentário, ainda quando o jogo estava 3 x 0 para o Flamengo, Casão ressalta o peso e o tamanho do goleiro para a história do Corinthians, mas reitera que o titular deveria ser o reserva Walter.

 
 

 
 

– Você tem o goleiro que jogou na quarta e fez uma ótima partida, o melhor em campo, o time ganhou jogando mal e ele defendendo. Você tem que pensar no que é melhor, o Cássio vai ser ídolo do Corinthians para sempre, o melhor goleiro por muitos anos, vai ser difícil ser ultrapassado, e merece respeito.

– Achei de uma falta de sensibilidade na escalação do Cássio. É muito cômodo você voltar com o maior goleiro da história do Corinthians, e tomar cinco, e "ah, eu escalei o goleiro". E o outro, que fez uma excelente partida na quarta, se estivesse em campo a cobrança seria em quem escalou. Acho uma falta de sensibilidade, transferência de responsabilidade, falta de respeito.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Globo Esporte