x
x
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Campeão mundial pelo Corinthians comanda base do clube e aponta promessas

 
       
 

Yamada está à frente das categorias de base do Corinthians desde 2017

 
  Por:

Voz da Fiel

10/10/2020 05:43:30  
       
 
 
 
       
   Campeão mundial pelo Corinthians comanda base do clube e aponta promessas   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
 

O Corinthians passa por um momento instável em campo, com uma campanha irregular no Brasileirão. A boa notícia, em meio a tudo isso, é a aparição do volante Xavier e o do meia Roni, duas promessas das categorias da base do clube. A dupla foi titular na vitória por 3 a 2 sobre o Bahia, a última da equipe no Nacional.

A ascensão dos dois jovens faz parte de um projeto do Corinthians nas categorias de base, que tem o ex-goleiro Yamada no comando desde 2017. O campeão mundial de 2000 falou sobre o trabalho desenvolvido pelo clube, baseado em metas em relação ao número de jogadores promovidos ao time de cima e também convocados às seleções de base.

Yamada também falou sobre a expectativa sobre as novas promessas corinthianas. Além de Xavier, 20 anos, e Roni, 20, o diretor da base corinthiana aponta mais três nomes que podem brilhar na equipe principal.

 
      
 

 
 

Um deles é o meia Ruan Oliveira, de 20 anos, também promovido esse ano, mas fora de combate por uma lesão grave no joelho. Outro é Gabriel Pereira, também meia e destaque da última Copa São Paulo. Ele também está lesionado, mas deve voltar a ser relacionado nos próximos jogos do time profissional. Por fim, Yamada cita Gustavo Mantuan, atacante que já atuou quatro vezes no Brasileirão com a camisa alvinegra.

"Temos alguns jogadores com boa projeção. A gente acredita que vão entregar resultado para o time principal em algum momento. Alguns são a curto prazo, outros a médio e longo. A curto prazo acredito muito no Ruan Oliveira, meia que também foi promovido. Ele é muito acima da média, mas teve a lesão e perdeu a temporada. O Gabriel Pereira também é muito talentoso. Ele faz parte do projeto a médio prazo por causa da questão física", disse.

 
 

 
 

"O terceiro caso é o Mantuan, uma joia da nossa categoria de base. Tem características modernas: tem boa técnica, finalizador de jogadas, inteligente. Acredito muito no potencial dele", completou

O projeto desenvolvido por Yamada a partir de 2017 levou em consideração o desenvolvimento individual do atleta. Além da elaboração de um livro metodológico para desenvolver o jogador de forma integral, o plano incluiu a criação de um departamento de captação, que hoje tem nove pessoas, além de um grupo de análise de mercado, que monitora todos os campeonatos estaduais profissionais, buscando jogadores sub-20.

"Eu entrego para a categoria profissional atletas e não elenco. Faz mais sentido pensar assim. O principal objetivo da base é ofertar o maior número de atletas para a categoria de cima. Não é fácil, eu, como ex-atleta, sei das dificuldades", ressaltou o ex-goleiro corinthiano.

 
 

 
 

No início do trabalho, o departamento de base esperava colher resultados em até seis anos, em 2023. Mas, na avaliação de Yamada, tanto a promoção de atletas para o time principal quanto as convocações às seleções estão acima do esperado.

Além das quatro promessas com espaço no time de cima, o Corinthians conseguiu levar 11 atletas às equipe de base do Brasil: foram três no sub-15, seis no sub-17 e dois no sub-20.

 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Diego Salgado (UOL)